A Vale “pretende se defender de forma vigorosa” após um escritório de advocacia ter ajuizado petição junto à Justiça dos Estados Unidos em que pede abertura de class action contra a companhia e seus principais executivos para reparar perdas de acionistas após o rompimento de uma barragem da empresa em Brumadinho (MG)

Em comunicados ao mercado nos EUA e no Brasil na noite de terça-feira, a Vale disse ainda que “tendo em vista o estágio ainda inicial do processo, não é possível, neste momento, prever qualquer possível resultado para esta questão”.

Ao ser questionada pela Reuters ainda na terça-feira sobre o caso nos EUA, a Vale afirmou por meio da assessoria de imprensa que estava priorizando no momento o atendimento às pessoas afetadas, sem comentar especificamente a ação.

Por Luciano Costa/ Reuters

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.