O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou a China de atacar ativamente a eleição norte-americana, mas não ofereceu evidências para sustentar a alegação, que parece vincular a questão às negociações comerciais entre os dois países.

Reforma EUA

“A China declarou abertamente que está ativamente tentando impactar e mudar nossa eleição, atacando nossos agricultores, fazendeiros e trabalhadores industriais por causa de sua lealdade a mim”, escreveu Trump em um publicação em sua conta no Twitter.

Por Susan Heavey/Reuters

Veja também  Indústria da China perde fôlego em setembro diante de disputa comercial

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: