Um dos grandes ícones da agricultura mundial, o trator John Deere, comemora hoje, 14 de março, 100 anos! A história dessa máquina, que revolucionou o campo em todo o mundo, é acompanhada de muita inovação, tecnologia, investimentos e, principalmente, de pessoas que acreditaram na importância e no poder da agricultura.

O Waterloo Boy, primeiro modelo da companhia, iniciou, em 1918, a era das máquinas que mudariam a forma de o agricultor lidar com a terra.

Há exatos 100 anos, em 14 de março de 1918, a John Deere comprava a Waterloo Gasoline Engine, em Waterloo, nos Estados Unidos, e a data entrou para a história pela produção de seu primeiro trator. A John Deere já existia há 70 anos e as primeiras duas décadas do século XX marcaram algumas mudanças na empresa. O terceiro presidente da companhia, William Butterworth, fez uma série de aquisições reconstruindo sua estrutura organizacional, integrando linhas de produtos e criando um novo modelo de negócio. Embora a empresa parecesse completa, uma tecnologia emergente estava sendo observada de perto. No verão de 1911, tiveram início as discussões sobre os impactos potenciais da fazenda mecanizada e o papel de uma nova máquina chamada “trator” não podia mais ser ignorado.

De um trator experimental, avançou-se para o desenvolvimento de novos conceitos, dois anos depois, que agradaram a liderança da empresa. Um novo protótipo impulsionou as pesquisas e a evolução da tecnologia desenvolvida nos tratores.

Com o investimento da John Deere no modelo Waterloo Boy, a era dos tratores começava oficialmente. A partir de então, o trator tornou-se fundamental em todas as etapas do ciclo produtivo graças ao esforço de engenheiros, designers, agricultores e tantos outros participantes envolvidos neste processo para que pudéssemos chegar aos patamares que temos neste 14 de março de 2018.

Veja também  Exportações de carne de frango e de suínos crescem em 2016

Hoje, com diversos modelos para atender demandas variadas, a John Deere traz ao campo o que existe de mais inovador, atendendo as necessidades do produtor. No Brasil, por exemplo, o trator mais potente produzido no País traz ao agricultor recursos como a agricultura de precisão, que permitem melhor tomada de decisões e ganho de produtividade.

Bom, nestes 100 anos, a John Deere se desenvolveu tecnologicamente, investiu em pesquisas e ouviu as principais necessidades dos agricultores. Conheça mais desta história de inovação no site www.johndeerejournal.com.

E, certos de que continuaremos evoluindo e agregando cada vez mais tecnologias às máquinas para que os agricultores tenham mais produtividade de forma sustentável, seguimos comprometidos com o campo. É assim que contribuiremos para o enorme desafio de produzir alimentos a uma população crescente no Brasil e no mundo. Aguarde novidades! Não deixe de conferir as atrações tecnológicas em nosso estande na próxima Agrishow 2018, de 30 de abril a 4 de maio, em Ribeirão Preto (SP).

Um abraço,

Equipe John Deere

 

Mais informações
www.facebook.com/JohnDeere
twitter.com/JohnDeereBrasil
www.youtube.com/JohnDeereBrasil

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: