Na expoagro, leilões expõem qualidade do rebanho

Durante a Expoagro, deverão ser comercializados 9 mil animais e todos os eventos serão transmitidos ou por canais de televisão ou por websites

Um dos mais tradicionais meios de comercialização de animais, os leilões de gado bovino movimentam a economia e são importantes vitrines para expor a qualidade do rebanho e os resultados dos investimentos em tecnologia. Durante a Expoagro, em Cuiabá, a expectativa é que R$ 30 milhões sejam comercializados entre animais para cria, recria, terminação e reprodução. A Feira foi aberta ontem e segue até o dia 16 no Parque de Exposições Jonas Pinheiro, na capital.

A Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) é uma das entidades que apoiam e estimulam a atividade no Estado. O médico-veterinário e diretor técnico da entidade, Francisco de Sales Manzi, explica que a evolução na qualidade dos animais produzidos pode ser observada pelo aumento na produção de carne por área.

“Nos últimos dez anos, o peso médio da carcaça do bovino produzido no Estado aumentou 17%, ou seja, um boi hoje produz mais carne do que o boi de dez anos atrás. Isso é resultado do investimento do produtor em genética, na nutrição e no manejo dos animais, resultando em precocidade, carne de qualidade e resistência”, explica o médico veterinário.

Por meio dos leilões, os pecuaristas têm acesso a essas tecnologias e quem produz animais diferenciados pode comercializá-los, divulgando sua marca e reduzindo o custo de investimento.

PRECOCIDADE – Dados do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) apontam que a participação de animais abatidos com menos de 36 meses passou de 35% para 63%, de 2006 para 2016. Reduzir a idade de abate representa carne mais macia sendo abatida e menor custo de produção para o produtor.

Exemplares desses animais melhoradores estarão disponíveis por meio dos leilões. Os leilões realizados durante feiras agropecuárias são transmitidos pela televisão e pela internet e os produtores podem comprar de qualquer lugar do país. “Antigamente, os animais de ponta se concentravam em grandes centros produtores e os pecuaristas do interior do Brasil nem sempre tinham conhecimento ou meios para adquirir”, afirma Francisco Manzi.

 Durante a Expoagro, deverão ser comercializados 9 mil animais e todos os eventos serão transmitidos ou por canais de televisão ou por websites.

Hoje, dia 10, das 8h às 18h será realizado o Leilão Bezerros Quality, também com transmissão pela Virtual Vídeo TV e Estância Nogueira, direto do Tatersal Gilson Arruda.

Na terça-feira, dia 11, Leilão do Criador, também com transmissão da Virtual Vídeo TV, do Tatersal Gilson Arruda, a partir das 20h.

Na quarta-feira, dia 12, será realizada a primeira edição do ‘Shopping de bovinos’, com venda direta de animais. A comercialização será das 8h às 18h, nos currais do Parque até o dia 14.

No sábado, dia 15, a partir das 14h, será realizado o Leilão Genética Senepol, no Centro de Eventos do Sindicato Rural de Cuiabá com transmissão ao vivo do Novo Canal.

 

Fonte: Agrolink

Leilão Virtual

Expoagro deve movimentar R$ 30 milhões

Tudo pronto para o início de mais uma edição da Exposição Agropecuária de Cuiabá, a Expoagro

 

O evento que é a vitrine da pecuária mato-grossense chega a sua 53ª edição tem a previsão de faturar em dez dias – de 6 a 17 desse mês – cerca de R$ 30 milhões, com grande parte da receita gerada pelos tradicionais leilões de bovinos de corte e elite, bem como com leilões de cavalos. As grandes estrelas são a genética do gado Nelore e do cavalo Pantaneiro.

A estimativa é que pelo menos 300 mil pessoas visitem o Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro, na Capital. Além dos leilões e da exposição de animais a 53ª Expoagro traz diversas circuitos de palestras durante as duas semanas em que será realizada, feira de negócios e uma vasta programação cultural e de entretenimento.

Conforme a organização, esta edição foi reformulada para atender às demandas dos produtores rurais e pecuaristas mato-grossenses, como também o grande público.

“A 53ª edição da Expoagro é uma oportunidade para revelar as principais novidades em tecnologia e técnicas para atender ao agronegócio”, explica o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires, que também é diretor da feira agropecuária.

Entre os eventos mais esperados pelos produtores do Estado estão os leilões de animais de elite, de corte e apresentação dos melhores reprodutores de cada raça e espécie. São esperados somente dos leilões receita de mais de R$ 10 milhões em negócios. Durante os 10 dias de evento, serão nove leilões, com a previsão de comercializar mais de nove mil animais.

“O leilão é a vitrine para mostrar o desempenho de animais que passam por um manejo de qualidade”, ressalta o vice-presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Celso Nogueira.

FÓRUM – A 2º edição do Fórum Nacional das Cadeias Produtivas será realizada, em Cuiabá, entre os dias 10 e 14 de julho, no Pavilhão de Leilões do Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro durante a 53ª Expoagro.

O Fórum das Cadeias Produtivas trará uma série de painéis e palestras com assuntos relacionados ao agronegócio, com o intuito de aprofundar o conhecimento sobre temas pertinentes ao dia-a-dia do campo, já que Mato Grosso detém o maior rebanho de bovinos e é o maior produtor nacional de grãos e algodão.

O melhoramento genético também terá destaque durante a Feira, já que o tema trata do aumento da produtividade no campo. Nos dias 11 e 12 de julho, pecuaristas terão oportunidade de conhecer o que há de mais moderno em pesquisas que melhoram o desempenho do rebanho e que proporcionam mais rentabilidade para o produtor rural.

O tema será a pauta da etapa Cuiabá do Circuito Genética Mato Grosso (Genapec), edição 2017. O circuito é uma realização da Nelore Mato Grosso, do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento da Bovinocultura (FABOV) e da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat).

O diretor técnico da Acrimat, Francisco de Sales Manzi, explica que o investimento em genética é fundamental para a evolução em produtividade na pecuária. “O melhoramento genético é o investimento de melhor custo/benefício para qualquer propriedade. Ele cabe em qualquer sistema produtivo, desde o mais conservador até os mais arrojados. A Genapec, em sua segunda edição em Cuiabá e já presente em várias praças do Estado como Sinop, Juara e Rondonópolis vem recheada de inovações, palestras e orientações”.

REDEAGRO – No dia 13 de julho será realiza a 10ª etapa do Circuito RedeAgro, em Cuiabá. O evento terá como tema: ‘Tecnologia e Inovação no Agronegócio’ e trará grandes nomes do agronegócio para falar sobre novidades, tendências e cases de sucesso do agrobusiness brasileiro.

Reservada a produtores rurais e convidados, a RedeAgro contará com cerca de 200 vagas na etapa Cuiabá. O diretor do evento, Bernardo Reis, explica que a RedeAgro surgiu em 2013, em Minas Gerais, como forma de levar conhecimento e gestão aos produtores rurais. “Também é um meio de gerar relacionamento entre os protagonistas deste setor que é um dos mais dinâmicos e rentáveis do país”, explica.

SHOPPING – Entre as novidades da 53ª Expoagro está a realização do ‘Shopping de Bovinos’, no qual poderão ser negociados animais de diversas raças entre elas, Nelore, Girolando e Caracu.

Diferentemente do que acontece em um leilão tradicional, que tem um formato instantâneo, no ‘Shopping de Bovinos’ os vendedores e compradores têm a oportunidade de negociar cada animal com tempo e preços especiais.

A estimativa é de que sejam gerados R$ 4 milhões nessa modalidade de vendas. O ‘Shopping de Bovinos’ será realizado entre os dias 10 e 14 de julho. “O comprador poderá analisar o produto de forma direta e conhecer os animais de maneira mais detalhada”, explica o presidente da Associação dos Criadores de Nelore de Mato Grosso (ACNMT), Mário Roberto Candia de Figueiredo.

 

Fonte: Acrimat

 

Expoagro terá o 2° Fórum Nacional das Cadeias Produtivas

A 2º edição do Fórum Nacional das Cadeias Produtivas acontecerá em Cuiabá entre os dias 10 e 14 de julho, no Pavilhão de Leilões do Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro – mesmo período que acontece a 53ª Expoagro

 

O evento é uma realização do Sindicado Rural de Cuiabá com a parceria do Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), e de instituições do setor agropecuário como Sistema Famato-Senar e Acrimat, e apoio de empresas como a Planutri.

O Fórum das Cadeias Produtivas trará uma série de painéis e palestras com assuntos relacionados ao agronegócio, com o intuito de aprofundar o conhecimento sobre temas pertinentes ao dia-a-dia no campo – tema que é destaque em Mato Grosso, o maior produtor de gado e de commodities agrícolas do país.

Produtores rurais, técnicos, acadêmicos e demais entes envolvidos com a agropecuária terão a oportunidade de discutir, ouvir e trocar ideias com grandes especialistas do setor nestes quatro dias.

Conforme destaca o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires de Miranda, a discussão e aprofundamento técnico sobre os temas pertinentes ao setor produtivo são sempre importantes para aprimorar a qualidade da produção agropecuária em Mato Grosso. “Os temas debatidos durante os dias do Fórum das Cadeias Produtivas vão trazer informações e soluções”, pontua Pires.

O diretor do Sindicato Rural de Cuiabá, Luiz Carlos Alécio, alerta que a pecuária apresenta diversos temas que merecem atenção seja dos pecuaristas seja das autoridades públicas e entrarão em debate no Fórum. “Hoje temos um grande problema para manter um fluxo de abates, já que existe um oligopólio de frigoríficos, que provoca a monopolização de preços da carne, remunerando o pecuarista abaixo do ideal, problema que é solucionável com a ampliação da concorrência”, disse Alécio.

Na agricultura, Luiz Alécio diz que os dois principais problemas são o armazenamento e a logística. “Hoje temos um déficit de pelo menos 40% de armazenagem para a produção mato-grossense. Até existe crédito subsidiado pelo governo federal por meio do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – com juros recentemente reduzidos para 6,5% ao ano, mas cujo acesso é burocrático e, consequentemente lento”, argumenta.

Quanto à logística, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec), Ricardo Tomczyk Tomczyk avalia que o Fórum das Cadeias Produtivas será importante para apontar meios que consigam dar uma resposta a esse problema.

“Além de discutirmos os temas importantes para os produtores rurais como aprimoramento das técnicas de produção, também discutiremos soluções para os problemas logísticos, cuja resolução é substancial para Mato Grosso”. A Sedec é uma das parceiras na realização do Fórum das Cadeias Produtivas.

“Hoje, somos mais produtivos que os Estados Unidos, mas o produtor norte-americano tem mais lucro que o brasileiro, isso porque parte dos lucros se perde nas estradas, e nos problemas logísticos enfrentados da fazenda até aos portos”, acrescenta Luiz Alécio, que também critica a morosidade como determinadas soluções ou aprimoramentos têm sido conduzidas, tais como a duplicação da BR-163 ou o acesso aos portos da região Norte do país.

PROGRAMAÇÃO: O Fórum das Cadeias Produtivas terá entrada gratuita e temas que vão da lavoura, pecuária até a logística. Na segunda-feira (10.07), entre as 8h30 e 10h30 da manhã, será realizado o painel sobre agronegócio.

Já à tarde, a partir das 14h, será a vez do painel sobre nutrição, irrigação e silagem. Em seguida, às 15h30 será a palestra sobre o sistema Integração Lavoura-Pecuária, que é um dos manejos de grande potencial sustentável e que vem ganhando cada dia mais espaço na agropecuária mato-grossense. Já às 16h30 será realizada uma palestra sobre piscicultura.

Entre os dias 11 e 12 de julho o assunto em pauta será a Feira de Genética Animal (Genapec), com uma programação especial dentro do Fórum das Cadeias Produtivas. Já no dia 13 de julho as discussões serão mais uma vez pautadas sobre a agricultura e pecuária.

E no último dia do Fórum das Cadeias Produtivas, em 14 de julho, os participantes vão poder discutir sobre a logística, que é ainda um dos principais gargalos do setor produtivo, em Mato Grosso.

 

 

Sindicato Rural lança 53ª Expoagro em Cuiabá

Na manhã da segunda-feira, 29, aconteceu o lançamento da 53ª Expoagro

A Exposição Internacional, Agropecuária, Industrial e Comercial de Mato Grosso, acontecerá de 7 a 16 de julho nas dependências do Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro.

Já em sua 53ª edição, a mesma reuniu mais de 10 milhões de visitantes em 350 shows desde a primeira festa em 1964.

A Expoagro este ano contará com ampla programação musical, oficinas da cadeia produtiva, praça de alimentação, parque de diversão, volta da competição de rodeio e novo espaço para comercialização.

O destaque fica com a programação técnica – Fórum das Cadeias Produtivas, que entra em sua segunda edição.

A programação é uma parceria com as principais entidades do agro em Mato Grosso e traz temas de tecnologia e inovação para melhoria de produtividade no campo, como palestras técnicas de destaque nacional, a Genapec e a Rede Agro.

Em entrevista ao Portal Agronews, o Presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Antônio Pires de Miranda, disse que este ano o público contará com muitas novidades. “Um espaço novo, acolhedor e com muito entretenimento para a população de Cuiabá e região”, comentou.

Shows

Dia 7: Alok DJ e Jonas Esticcado;

Dia 8: Rodrigo Mattos e Praiano, João Carreiro e Capataz e Lucas Reis e Tacio;

Dia 9: Canção Nova;

Dia 10: Louvor Aliança e Pastor Cláudio Duarte;

Dia 11: Lenice Reis, Thales e Fernando, Thiago Barelli e Juliano e Romulo Costa;

Dia 12: Abertura do Rodeio com Guilherme e Santiago;

Dia 13: Rodeio, Renata Prado e Rico e Leo;

Dia 14: Rodeio, Bruno e Marrone e Felipe Araújo;

Dia 15: Final do rodeio, Bruno e Barreto e Simone e Simaria;

Dia 16: Julia e Rafaela.

Grade Técnica

Dia 10: Abertura do Fórum das Cadeias Produtivas;

Dia 11: Genapec (Genética na Pecuária);

Dia 12: Genapec (Genética na Pecuária);

Dia 13: Rede Agro;

Dia 14: Fórum Cadeias Produtivas.

Rodeio

De volta a programação da Expoagro, o tradicional Rodeio terá a etapa Top Team Cup. Serão 20 selecionados competidores que lideram a pontuação na etapa nacional.

Também terá provas de Laço em Dupla e competição feminina do rodeio, os 3 Tambores.

Agronews

Interamericana do Cavalo Árabe: Forte presença na 48ª Expoagro de Franca (SP)

São esperados cerca de 70 animais da raça Árabe na exposição

A tradicional Expoagro de Franca (SP) vai sediar a 5ª edição da Exposição Interamericana do Cavalo Árabe, que acontecerá entre 19 e 21 de maio, organizada pelo Núcleo de Franca e região do Cavalo Árabe (Nucleárabe). O evento será realizado no Parque de Exposições Fernando Costa com entrada gratuita.

No total, são esperados na Interamericana do Cavalo Árabe cerca de 70 animais de importantes criatórios de diversas regiões do Brasil. O juiz será o norte americano Greg Gallun. Estão programadas provas de Halter (Conformação), Performance e a Copa Brasil de Criadores, cujo objetivo é avaliar as características morfológicas dos animais em pista.

Realizada desde 1942, a EXPOAGRO DE FRANCA é o maior evento agropecuário de elite de toda a região da Alta Mogiana, contando com a participação do cavalo árabe desde a década de 80. Com a estreia dos primeiros animais da raça árabe apresentados pelo Haras AL Hosçan na Expoagro, diversos empresários de Franca e região despertaram interesse pelo Cavalo Árabe”, comenta Toni Salloum Filho, proprietário do haras Arco Azul (Franca, SP) e um dos responsáveis pela Interamericana. Toninho Salloum ressalta que o Núcleo de Franca e região, o Nucleárabe, foi o primeiro núcleo constituído junto à Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA), em 1990.

“Essa é uma região muito importante para o Cavalo Árabe. De Franca e cidades vizinhas saem excelentes animais que percorrem exposições por todo o país e ajudam a valorizar o Cavalo Árabe”, reforça Fabio Amorosino, presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe.

 

 

 

 

Expoagro: Jovem empreendedor tem chance no agronegócio

“O agronegócio é um campo fértil para o empreendedorismo, não importa o que você esteja estudando”. Esse foi o recado do jornalista e publicitário especialista em marketing do Agronegócio, José Luiz Tejon, para os estudantes de Cuiabá e região que participaram da primeira palestra do Circuito Universitário, nesta segunda (4), na Expoagro.

Com o tema “Agronegócio: o que eu tenho a ver com isso?”, Tejon levou aos alunos uma visão ampla da atividade, que só cresce e está inserida na vida de todos. “O Brasil é a décima economia do mundo e isso não é fácil. Há 50 anos, o país importava tudo e só exportava café, cacau e açúcar. Atualmente, é o 4º maior exportador de alimentos”, explicou.

Esse cenário serviu para exemplificar para os jovens a potência do agronegócio e as possibilidades de crescimento e carreira no setor. Segundo Tejon, não importa a faculdade ou curso técnico, pois há espaço para empreender. “Sistemas, informática, processos, gestão, tudo é fundamental para o novo agro. A sua especialidade técnica serve para o setor, não importa de que lado da cadeia esteja”, afirmou.

“É um campo que hoje, no planeta Terra, só o Brasíl tem possibilidade e perspectiva de crescimento”, falou Tejon. Para ouvir estas palavras de motivação é que a estudante de Agronomia de Campo Novo do Parecis, Karolina Figueiredo, veio até a Expoagro. “Este evento é muito bom porque traz palestras de alto nível gratuitamente. E o Tejon é simples e eficaz. Gostei quando ele falou do jovem e das mulheres no campo”, contou.

Para Maycon Araújo, estudante de Zootecnica no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), a visão dele em relação ao empreendedorismo ajuda na construção da carreira. “Eu sou fã dele, sigo nas redes sociais e recomendo a palestra para todos”, disse.

Tejon ainda ressaltou que o desafio do agronegócio de agora em diante é trabalhar em larga escala com sustentabilidade. Para isso, acredita que o caminho é a Integração Lavoura Pecuária Floresta e o manejo produtivo.

O Circuito Universitário começa a rodar o interior e vai passar por 12 cidades. As inscrições podem ser feitas aqui e a programação completa pode ser vista aqui.

 

52ª Expoagro Inovadora abre espaço para a música gospel

Os preparativos para a 52ª Expoagro Inovadora estão em contagem regressiva. O público poderá desfrutar de muita diversão, teatro, stand’ups e shows regionais. São mais de 30 artistas que subirão ao palco durante o Circuito Multicultural que será realizado de 2 a 10 de julho, no Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro.

Buscando atender todos os estilos, o público gospel terá um espaço especial para curtir a feira agropecuária. O Pr. Ozeias Coutinho, Luiz Queiroz, as bandas Os Bençãos e Jedutum louvarão em uma só voz com os frequentadores da Expoagro.

Artistas regionais que ganharam destaque no cenário nacional farão parte da feira este ano, como Ana Rafaela e Lorena Ly que brilharam no The Voice Brasil e Manu Paiva que também fez uma participação e deixou sua marca na edição do The Voice Kids.

A diversão está garantida com as apresentações de stand’ups das aventuras e confusões da dupla Nico e Lau e Os segredos de Almerinda, interpretada pelo ator André D’ Lucca.

O Circuito Multicultural contará ainda com a presença de cantores consagrados na noite cuiabana como Jonathan e Adam, Thales e Vicente, Júnior e Nando, Sarah e Lívia e entre outros para fazer alegria da galera.

A Expoagro este ano é realizada pelo Sindicato Rural de Cuiabá e conta com apoio de grandes parceiros como a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Governo do estado de Mato Grosso, Senar, Famato Aprosoja, Acrimat, Fabov, Nelore e Prefeitura Municipal de Cuiabá.

Unidade móvel de processamento lácteo será apresentada na Expoagro

As diretorias do Sindicato Rural de Cuiabá e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) solicitaram ao secretário de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, Suelme Fernandes, a cessão de um minilaticínio que será utilizado como uma unidade móvel de processamento lácteo durante a 52 ª Expoagro. O evento será realizado de 2 a 10 de julho, no Parque de Exposições Senador Jonas Pinheiro, em Cuiabá.

“É uma iniciativa inédita a unidade móvel de processamento de leite em parceria com o sindicato e o Senar, e tem o objetivo didático de apresentar para o público do evento que tenha interesse em conhecer de perto os equipamentos e investir nesta importante cadeia produtiva”, comentou o secretário Suelme.

Responsáveis pela realização da Expoagro, o Sindicato Rural e Senar também apresentaram aos colaboradores da Seaf uma das novidades da exposição, o Forúm das Cadeias Produtivas que ocorrerá de 4 a 8 de julho, e contará com palestras e workshops sobre sojicultora, milhocultura, bovinocultura de corte, piscicultura, bovinocultura de leite e olericultura, para pequenos e médios produtores rurais.

O presidente do Sindicato, Ricardo Arruda, elogiou a disposição do governo e das entidades da agricultura familiar que dialogam e se apresentam para contribuir com outras entidades. “É notório ver a Empaer e Seaf levados como prioridade nesta gestão e iremos fomentar novos projetos com o Governo de Mato Grosso, além desta unidade móvel”.

Outra novidade desta edição será o espaço destinado à Empresa de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer-MT) que fará exposição de produtos da agricultura familiar e de ações técnicas desenvolvidas pela instituição.

Send this to a friend