Ainda que de forma limitada, as cotações da soja continuam operando com alguma alta na Bolsa de Chicago nesta quinta-feira (9)

O dia é de relatório mensal de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) e os traders ainda estão, em partes, na defensiva esperando pelos novos dados.

Perto de 9h05 (horário de Brasília), os futuros da oleaginosa subiam pouco mais de 3 pontos entre os principais vencimentos, com o o janeiro sendo cotado a US$ 10,01 e o maio/18 a US$ 10,12 por bushel.

“As expectativas são de que o departamento irá reduzir a produtividade da soja, o que pode trazer um bom suporte ao mercado, mesmo diante de amplos estoques globais”, diz Phin Ziebell, economista agrícola do Banco Nacional da Austrália.

Tal qual a expectativa dessa redução, as notícias da demanda ainda muito forte no quadro internacional, especialmente pela China, também têm ajudado a renovar o fôlego das cotações na CBOT.

Fonte: Notícias Agrícolas

Veja também  Aumento de combustível deve gerar impacto de R$ 294 milhões no agronegócio em Mato Grosso

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: