A semana começa com os preços da soja atuando com estabilidade na Bolsa de Chicago e os traders focados na colheita norte-americana

 

As condições de clima continuam preocupando em alguns pontos do Corn Belt, porém, ainda não permitem que o mercado reaja de forma muito intensa.

Na sessão desta segunda-feira (15), por volta de 8h30 (horário de Brasília), as cotações recuavam entre 1,75 e 3 pontos nos principais vencimentos, com o novembro/18 sendo cotado a US$ 8,65 por bushel.

“O mercado de grão vai monitorar as previsões climáticas nesta semana para saber se a colheita nos Estados Unidos consegue retomar seu ritmo mais forte. Por hora, janela para a colheita ainda se mostra confortável”, explicam os analistas da consultoria internacional Allendale, Inc.

Dessa forma, o mercado segue no aguardo também do boletim semanal de acompanhamento de safras que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz no final do dia de hoje, após o fechamento dos negócios. O relatório traz a atualização da área colhida no país e das condições das lavouras americanas.

Ainda nesta segunda, os traders aguardam também pelos dados da NOPA (Associação Nacional dos Processadores de Oleaginosas dos EUA)sobre o esmagamento de soja nos EUA.

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas
Veja também  Ovos: mercado desajustado impõe novos retrocessos nos preços

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: