Na sessão desta quinta-feira (21), as cotações da soja na Bolsa de Chicago mantêm sua típica estabilidade com os traders ainda em compasso de espera pelas novas informações em torno da guerra comercial entre China e Estados Unidos

Sem forças ou motivos para mudar de direção, os preços subiam pouco mais de 1 ponto, por volta de 7h50 (horário de Brasília), com o maio valendo US$ 9,07 e o agosto, US$ 9,27 por bushel.

“A permanência da Guerra Comercial já perdura por muito além do que a indústria esperava. Fundos de gestão ativa continuam empilhando posições no lado da venda, protegendo os ganhos já contabilizados no fim do primeiro trimestre de 2019”, explicam os analistas da ARC Mercosul.

Ainda nesta quinta, o mercado segue observando as condições de clima nos EUA, bem com os números atualizados das exportações semanais que serão atualizados nesta quinta-feira pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

As expectativas dos traders para as vendas de soja variam entre 600 mil e 1,75 milhão de toneladas.

Por Carla Mendes/ Notícias Agrícolas

Veja também  Milho: cotações na Bolsa de Chicago seguem estáveis nesta 5ª feira

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.