Diárias de Mercado

Soja: na Bolsa de Chicago, cotações seguem em alta nesta 4ª feira

soja

Atualizado em

O movimento de alta forte continua no mercado da soja nesta quarta-feira (15)

As cotações, por volta de 7h50 (horário de Brasília), subiam entre 11 e 12 pontos nos principais vencimentos, com o julho de volta aos US$ 8,40 por bushel.

“As preocupações com o clima e o plantio nos EUA continuam, bem como a esperança de um acordo – em algum momento – entre China e Estdos Unidos”, explicam os analistas da consultoria internacional Allendale.

Além disso, o mercado começa a especular sobre estas adversidades no Corn Belt e seus impactos reais sobre a área. Com as janelas ideais de plantio se fechando – a do milho termina já neste dia 20 -, diminui o sentimento de que o produtor vá migrar para a soja, podendo buscar com o governo americano seu seguro de não plantio, o chamado Prevent Plant.

Veja também:  Leite: Altas do UHT e do queijo muçarela perdem força

“Ou seja, diante dos preços baixos de soja, a probabilidade agora passou a ser que o produtor americano pode optar por abandonar área de milho e pegar o dinheiro do seguro, ao invés de transferir área de milho para soja”, diz Steve Cachia, diretor da Cerealpar.

O mapa atualizado do NOAA para o período de 15 a 22 de maio mostra a continuidade das chuvas intensas no Corn Belt. Estados como o Nebraska, Missouri, Iowa e a Dakota do Sul poderiam registrar acumulados de 75 a 100 mm, podendo atrasar ainda mais o avanço dos trabalho de campo.

Por Carla Mendes/ Notícias Agrícolas

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Comente esta matéria

Send this to a friend