As cotações da soja negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) permanecem próximas da estabilidade no pregão desta sexta-feira (14), com ligeiras altas. Por volta das 12h38 (horário de Brasília), as principais posições da commodity testavam ganhos entre 0,25 e 0,75 pontos. O vencimento novembro/18 era cotado a US$ 8,33 por bushel, enquanto o janeiro/19 trabalhava a US$ 8,47 por bushel

 

“Os futuros estão em alta em meio a esperanças de novas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China”, informou a Reuters internacional. Ainda nesta quinta-feira, o presidente norte-americano, Donald Trump, reportou que o país não está sob pressão para negociar com a nação asiática. Apesar das informações de que autoridades chinesas receberam um convite de Washington para uma nova rodada de negociações, com o aumento das tarifas dos EUA.

“O maior fator potencial de oscilação do balanço dos EUA é o número de exportações, e qualquer mudança na situação tarifária nos EUA pode sustentar a soja dos EUA”, disse Jonathan Lane, diretor comercial da Gleadell em entrevista à Reuters.

Essa semana, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) estimou a safra de soja em 127,72 milhões de toneladas nesta temporada. Número acima do divulgado anteriormente, de 124,81 milhões de toneladas. Fator que tem limitado os ganhos nos preços na CBOT.

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas
Veja também  Pecuária: Mato Grosso continua líder nacional

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: