Com o tema “Informação, parceria e conhecimento que geram produtividade”, o III Seminário A Voz do Campo reuniu cerca de mil pessoas, entre empresários, produtores rurais e técnicos do setor, para discutir os rumos do agronegócio brasileiro e o desenvolvimento desse importante setor para a economia do país. O presidente Maurício Lopes foi um dos painelistas do evento, que aconteceu de 11 a 13 de agosto, em Gramado (RS).

Maurício Lopes falou sobre o papel da ciência na trajetória da agricultura brasileira do passado, presente e futuro, dando ênfase à pesquisa pública e ao trabalho da Embrapa. Ele destacou que neste momento o agro brasileiro é fonte de boas notícias e de desenvolvimento para o Brasil.

“O que somos hoje representa o grande investimento do Governo e da sociedade brasileira em um modelo de agricultura baseado em ciência e inovação, com produção de alto desempenho, crescente incorporação de práticas sustentáveis e com impactos mensuráveis em produção de alimentos, capacidade exportadora e desenvolvimento regional”, ressalta o presidente. E nessa trajetória, a pesquisa pública preparou as bases para o setor privado do agro brasileiro.

Lopes enfatizou o trabalho da pesquisa pública na tropicalização de cultivos e criações e no desenvolvimento de um acervo de prática sustentáveis que não tem igual no mundo. “Nenhum país agrícola conseguiu desenvolver um arsenal de práticas sustentáveis como o Brasil. Nós usamos ciência para construir fertilidade e para produzir de forma mais sustentável”, declarou.

Quanto ao momento atual e as perspectivas para o futuro, Maurício Lopes disse que o Brasil está nesse momento dando um passo fundamental para a tropicalização do trigo, uma das últimas fronteiras para o país, “ainda somos dependentes da importação desse produto”, falou. Ele destacou ainda que é preciso estabelecer novos padrões de produção para novos padrões de consumo e citou o selo Carne Carbono Neutro, resultado da pesquisa da Embrapa a partir do desenvolvimento de um conceito que possibilita a certificação da produção.

O III Seminário A Voz do Campo foi organizado pelo programa de rádio A Voz do Campo, transmitido em mais de 20 rádios do interior do Rio Grande do Sul, alcançando um público de mais de três milhões de ouvintes. Para conhecer mais o programa, clique aqui.

As palestras do evento estão disponíveis no youtube. Clique neste link para assistir a palestra do presidente Maurício Lopes na íntegra.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: