Balança comercial mato-grossense se mantém superavitária sobre igual período de 2017

Com a queda nas importações e incremento nas exportações nos 2 primeiros meses deste ano, a balança comercial mato-grossense se mantém superavitária sobre igual período de 2017. Este ano foram faturados US$ 1,873 bilhão com as vendas de produtos locais e desembolsados US$ 151,522 milhões nas importações, resultando no saldo comercial positivo de US$ 1,721 bilhão. No mesmo período do ano passado, as exportações movimentaram US$ 1,697 bilhão e as importações US$ 224,116 milhões, saldo de US$ 1,472 bilhão.

Quando o assunto é carne bovina, as exportações movimentaram US$ 168,78 milhões nos 2 primeiros meses do ano. A receita é 10% superior ao mesmo período de 2017, quando somou US$ 152,32 milhões. A expor- tação de Mato Grosso cor- responde a 20% do total exportado em carnes bovinas pelo país, que foi de US$ 810,13 milhões em janeiro e fevereiro.

O crescimento na receita proveniente da exportação neste começo de ano superou o aumento do volume embarcado, que foi 39,1 mil toneladas, 7% a mais do que as 36,3 mil toneladas comercializadas em janeiro e fevereiro do ano passado. De acordo com o diretor-executivo da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, este movimento aponta que, além de exportar mais, o produto brasileiro está mais valorizado.  “É muito importante ganhar novos mercados, mas também precisamos agregar valor à nossa produção e o aumento na receita da exportação constata que estamos neste caminho. É preciso trabalhar para esta valorização também chegue até o produtor, e não fique apenas da indústria e no varejo”, afirma Vacari.

Os dados referentes ao mês de fevereiro também apontam crescimento nas vendas internacionais. A exportação de carne mato-grossense no 2o mês somou US$ 76,35 milhões, 6,6% a mais do que os US$ 71,5 milhões movimentados no mesmo mês do ano passado.

Veja também  Carne de frango: Altera-se o rol dos maiores importadores

Fonte: Acrimat

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: