Notícias

Preços das carnes aumentaram em novembro só não alcançou a carne de frango; diz FAO

Em novembro as carnes obtiveram a primeira variação positiva de preço de 2020, conforme levantamento efetuado pela FAO no mercado internacional. Porém, essa alta não teve o menor significado, pois, inferior a 1%, pouco influenciou o preço médio registrado nos 11 primeiros meses de 2020, 4% menores que os de idêntico período de 2019.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

No mês, três das quatro principais carnes negociadas internacionalmente registraram alta. A ovina, de 2,59%, a bovina de 2,27% e a suína de 0,74%. Ou seja: outra vez a carne de frango caminhou em direção contrária às demais, registrando queda de preço superior a 1,5% (os dados da SECEX/ME relativos ao frango brasileiro exportado indicam, para o mês, queda próxima de 2%).

Já em comparação a novembro de 2019 não há ganhadores. O preço da carne ovina recuou 6,68%, o da bovina 14,21%, o da suína 16,13%, enquanto o da carne de frango caiu 11,57%. Mas se neste caso o índice de queda foi menor, o mesmo não acontece em relação à média registrada nos 11 primeiros meses de 2020, pois, frente a um aumento médio de 7% da carne suína e de 4% da carne bovina, a carne de frango enfrenta redução de quase 6%.

Por Avisite

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

ABRALEITE
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo