EspecialistasNotícias

Pecuária leiteira pode ser mais sustentável e produtiva com suplementação

Estudo conduzido pela Universidade de Davis, da Califórnia, demonstra que a absorção de fósforo é otimizada em dietas contendo hidroximinerais em comparação às fontes de sulfato

Estudo conduzido pela Universidade de Davis, da Califórnia, demonstra que a absorção de fósforo é otimizada em dietas contendo hidroximinerais em comparação às fontes de sulfato

“Em estudo recente sobre o impacto da fonte de minerais no desempenho de vacas leiteiras, a Trouw Nutrition constatou que a substituição de minerais à base de sulfato por minerais à base de hidroxicloreto (hidroximinerais) melhora a estabilidade dos nutrientes na ração, otimiza a função do rúmen e aumenta a absorção de metais essenciais”. A afirmação é de Leonardo Ribeiro, gerente do Programa Nutritional Solutions da Trouw Nutrition, que alerta que além dos prejuízos à produção de leite e saúde do animal o produtor também precisa entender as consequências ambientais do uso de sulfato na nutrição animal.

“A presença de sulfato em rações pode reduzir a hidrólise do fitato, limitando a quantidade de fósforo disponível para absorção pelos animais, fazendo com que aumente a quantidade de fósforo excretada no ambiente. Apesar de ser um elemento essencial para plantas e animais, quando em excesso seu potencial poluente pode provocar diversos impactos negativos, como a queda da qualidade da água”, explica Leonardo Ribeiro.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Para diminuir a excreção de fósforo no ambiente, o produtor de leite precisa ter em mente que a ingestão de ração pelas vacas não é garantia de absorção de todos nutrientes. “Estado nutricional, solubilidade mineral, disponibilidade de antinutrientes, estresse fisiológico, espécie, sexo, idade e microflora (intestinal e ruminal) são, sem exceção, fatores que podem influenciar a eficiência da absorção de minerais”, diz o especialista da Trouw Nutrition.

“Para oferecer melhores dietas para o gado leiteiro, é preciso entender como as formas de minerais se comportam no organismo. Os hidroximinerais são fontes mais previsíveis de minerais do que as fontes de sulfato. Durante as pesquisas controladas realizadas pela Trouw Nutrition, as vacas leiteira que receberam cobre e zinco a partir da fonte hidroximineral apresentaram absorção quase duas vezes maior em comparação às fontes à base de sulfato”, revela Ribeiro.

“A eficiência da absorção de minerais também contribui para a melhoria da reprodução em vacas leiteiras de alta produção, já que o uso contínuo de sulfatos pode reduzir a produção e influenciar negativamente o desenvolvimento de embriões”.

“Estudo conduzido pela Universidade de Davis, da Califórnia, analisou um grupo de vacas submetido ao uso de hidroximinerais (IntelliBond), enquanto para outro foi administrada combinação de minerais orgânicos e inorgânicos — ambos por 10 semanas imediatamente após o parto. As vacas apresentaram superovulação aos 50 dias de lactação. Aos 65 dias de lactação, os embriões foram coletados por lavagem uterina e avaliados. O número de embriões de alta qualidade, comparando todos os óvulos coletados e óvulos fertilizados, foi significativamente maior nas vacas que receberam o tratamento com hidroximinerais”, destaca o gerente do Programa Nutritional Solutions da Trouw Nutrition.

“A imprevisibilidade da absorção de minerais à base de sulfato representa custos de produção adicionais gerados pela redução na estabilidade e disponibilidade dos ingredientes da ração ou pela limitação na função de vitaminas e enzimas adicionadas. As vantagens observadas com a administração de hidroximinerais (IntelliBond) proporcionam não apenas melhores resultados para o rebanho, mas também melhor conservação dos recursos naturais”, complementa Leonardo Ribeiro.

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

ABRALEITE
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo