Geral

Patati Patatá – Quem são na vida real e a verdadeira história da dupla

Afinal, quando se fala em gargalhadas, brincadeiras e diversão a maioria da criançada já remete aos palhaços e circos. Sobretudo, nos últimos anos, a dupla de palhaços Patati Patatá tem se destacado cada vez mais entre o público infantil brasileiro.

De modo geral, esses palhaços – que já têm mais de 30 anos de carreira -, são conhecidos nacionalmente por chamarem a atenção da criançada. E isso ocorre, justamente, por eles serem uma dupla bem divertida. Até porque eles conseguem misturar diversão, aprendizado e muitas risadas.

Da década de 90 para os dias atuais, a dupla de palhaços Patati Patatá já conseguiu alcançar muitos objetivos. Dentre eles estão a venda de Cd’s, DVDs e a multiplicação de clones de palhaços pelo Brasil todo. Ou seja, se você achou que a dupla de palhaços era uma só, estava enganado.

Tuti-Fruti e Pirulito, era o nome da dupla de palhaços que faziam parte de Patati Patatá antigamente. Isso porque, na década de 80, Patati Patatá era o nome de um grupo circense, e não o nome da dupla.

Além dos palhaços Tuti-Fruti e Pirulito, também faziam parte desse grupo circense a Garota Pupy, uma bailarina; e o mágico Alacazam. Inclusive, nessa época, todos eles eram palhaços mais “caseiros”. Até porque, eles usavam fantasias mais simples e maquiagens meio amadoras.

Contudo, no ano de 1985, ocorreu um acidente de carro e três integrantes do grupo faleceram, inclusive, os dois palhaços. Após isso, o grupo circense enfraqueceu.

Porém, para continuar com os contratos já existentes, a dona do grupo recrutou outros atores. Dentre eles, o mágico Rinaldo Helder Faria, ou Rinaldi. Contudo, a nova formação não durou mais de um ano.

Entretanto, em 1989, Rinaldi decidiu voltar com o grupo. Como a antiga empresaria não quis continuar, a marca foi transferida ao antigo mágico. E assim permanece até os dias atuais.

Sobretudo, Rinaldi deu uma certa modificada na foram como Patati Patatá fazia sucesso. Basicamente, ele percebeu que o público sempre se interessava mais pelos palhaços, e assim o grupo foi reduzido para apenas uma dupla, cujos personagens passaram a se chamar Patati Patatá.

Contudo, o projeto de Rinaldi não se popularizou de um dia para o outro. Até porque, ele teve algumas dificuldades com as emissoras de TV. Pois, no início, nenhuma delas tinha interesse pela dupla de palhaços.

Consequentemente, ele teve que seguir com o plano B. Ou seja, primeiramente, começou a conquistar um fã de cada vez.

Assim sendo, com muita determinação e coragem, ele passou a apresentar a dupla em escolas por todo o Brasil. Assim, Patati Patatá começou a se popularizar entre o público infantil.

Certamente, essa não foi uma fase fácil e que demorou um longo tempo. Isso porque eles fizeram apresentações diárias em escolas, animações de festas e shows em cidades pequenas por mais de 20 anos.

Sobretudo, foi por conta desse trabalho diário que eles começaram a chamar a atenção das emissoras abertas e fechadas. Tanto é que, hoje, eles já se popularizaram tanto que os problemas que enfrentam são as falsificações. Ou seja, duplas de palhaços falsos que se apresentam em circos e festas usando o nome Patati Patatá, de forma ilegal.

Após Rinaldi Faria comprar a marca Patati Patatá, ele começou a fazer algumas mudanças tanto nos palhaços, como também em suas vestimentas. Basicamente, o empresário queria transformar a dupla em palhaços diferentes dos tradicionais. Ou seja, criar palhaços mais modernos, com figurinos e maquiagens diferentes.

Inclusive, a intenção de Rinaldi era fazer as crianças sentirem que estavam brincando com dois bonecos. Por isso, os trajes de Patati Patatá passaram a ser compostos de sapatos grandes, perucas, chapéus diferenciados e uma roupa estufada.

Em 1999, Rinaldi já havia conseguido levar a dupla para o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul para divulgar o trabalho através do “Projeto Escola”. Basicamente, este trabalho consistia em divulgar seus CD’s e DVD’s em escolas brasileiras.

Vale destacar que dentre todas essas mudanças e transformações, mudaram também os atores que interpretavam a dupla de palhaços. Aliás, hoje existe uma franquia, rede de clones de palhaços espalhados por todo o Brasil. Em 2010, aliás, a franquia já era composta por mais de 80 atores, divididos em 17 estados do país.

Inclusive, para entrar na franquia é preciso um perfil adequado. Ou seja, só são aceitos jovens altos e magros e que, de preferência façam aulas de cantos e trabalhem a voz para ter entonações semelhantes.

A priori, em 2010, a dupla lançou o seu DVD Patati Patatá pela marca da Som Livre. Inclusive, ele ganhou o certificado de Platina Triplo. Pois foram vendidas mais de 150 mil cópias por todo o Brasil.

Já, em 2011, a dupla de palhaços foi contratada pelo SBT. Na época, eles passaram a participar do programa infantil Carrossel Animado.

Vale destacar que o Carrossel Animado teve um resultado muito positivo para Patati Patatá. Tanto é que ele passou a ser a principal porta de entrada para a dupla de palhaços. Aliás, o sucesso era tamanho que, de acordo com o IBOPE, o programa tinham em torno de 3,5 milhões de telespectadores todos os dias.

Sobretudo, em 2011, eles foram grandes recordistas de vendas de DVD’s. Tanto é que, ao todo, eles lançaram 12 CDs e oito DVDs. Inclusive, o último lançado, “Coletânea de Sucessos”, vendeu mais de 250 mil cópias para todo o país. Aliás, ele chegou a conquistar o Disco de Diamante.

Assim sendo, com tamanho sucesso da dupla no programa, em 2012, eles começaram a fazer uma série de turnês. Inclusive, o conjunto de espetáculos era conhecido por “Volta ao Mundo”.

Basicamente, com essas apresentações, eles conseguiram lotar grandes casas de shows do Brasil. Como por exemplo, Citibank Hall, no Rio de Janeiro e Credicard Hall em São Paulo.

Além de CD’s e DVD’s, eles procuraram também vender outros produtos autorais. Até porque, por conta de tamanho do sucesso, Patati Patatá passaram a ser não só animadores infantis, como também marcas comerciais. Inclusive, 53 empresas passaram a ser conveniadas, o que resultou em mais de 700 produtos comercializados.

Assim sendo, passaram a comercializar ovos de páscoa, materiais escolares, livros infantis, canetas, canecas e brinquedos personalizados. Aliás, os brinquedos personalizados ganharam até título de “Melhor Brinquedo Licenciado”. Além disso, eles receberam também várias outras premiações por conta dos produtos personalizados.

Sobretudo, com o sucesso dos brinquedos, eles destinaram parte dos lucros de vendas para instituições de caridade. Como por exemplo, ONG’S, hospitais e outros locais que ajudam crianças carentes ou doentes.

Desde o início, o objetivo de Rinaldi foi de internacionalizar a dupla. Tanto é que a cor dos palhaços foi criada de forma intencional. Enquanto o Patati representa a bandeira americana, com as cores branco, azul e vermelho; o Patatá representa a bandeira brasileira, com as cores amarelo e verde.

De modo geral, a chegada da dupla de palhaços em outros países demorou, mas aconteceu. Atualmente, eles fazem shows nos Estados Unidos, na Bélgica e outros países. Inclusive, para se adentrarem na cultura internacional, eles gravaram alguns DVD’s em inglês e fizeram dublagens em espanhol.

Depois de alguns shows e DVD’s comercializados, eles assinaram um contrato com a Discovery Kids. Foi então que eles passara a apresentar o programa “Parque Patati Patatá” , transmitido para toda a América Latina.

E essa foi a história de todo o sucesso da dupla de palhaços, que é considerada uma das marcas que mais faturam com publicidade e entretenimento no Brasil. Além dos shows, eventos e vendas de CD’s e DVD’s.

Enfim, o que achou da nossa matéria?

Vem conferir mais conteúdos do Segredos do Mundo: Coringa e os 5 personagens da Marvel que ele derrotaria

Fontes: Dimmes, Famosos.cultura mix, Administradores, Aprender é vida

Imagem de destaque: Observatório da Televisão

Etiquetas
Continuar lendo

Comente esta matéria

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar