Ontem, quinta, os excessos de mercadoria continuaram exercendo pressão sobre os preços de referência e os negócios realizados com ovos brancos e vermelhos foram fechados em baixa

 

Nos ovos brancos a queda – 3ª da semana e do mês, 43ª do ano – derrubou o preço médio diário para R$58,00, valor levemente acima do praticado na abertura do mês. Entretanto, em relação ao praticado no mesmo período do ano passado, o valor recebido é 22,7% inferior. Ou, uma diferença de R$17,00 por caixa.

Nos ovos vermelhos a queda acompanhou a verificada nos ovos brancos com a diferença a maior se mantendo até R$3,00 a mais por caixa, ou seja, foram comercializados por um mínimo de R$57,00 a um máximo de R$62,00.

Segundo a Jox Assessoria Agropecuária as vendas são lentas e as sobras alarmantes, causando aumento expressivo nos estoques. E mesmo as promoções têm tido resultado insatisfatório.

Não se vislumbra perspectivas que possam alterar o atual panorama do mercado. O terceiro decêndio do mês carrega em si a perda gradativa do poder aquisitivo do consumidor.

Enfim, com a atual fragilidade do mercado, os negócios devem seguir pressionados e disputados nos preços.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: