Mais de 3,6 mil empresários ligados diretamente ao meio rural se cadastraram para participar do Movimento Compre do Pequeno Negócio, iniciativa do Sebrae para estimular a demanda por produtos e serviços de empresas de menor porte. O número se refere a agricultores e donos de estabelecimentos como comércio de carnes, peixes, frutas e hortaliças.

Foram registradas inscrições em todos os estados brasileiros. Os que tiveram maior número de pequenos negócios rurais cadastrados foram Pernambuco (481), Piauí (368) e Minas Gerais (266). Do total, pouco mais de 1,9 mil são agricultores. A maior parte deles no estado de Pernambuco (431). Depois aparecem os estados do Piauí (299), Sergipe (127) e Mato Grosso do Sul (118).

organicosO Movimento realizou ações de capacitação e de negócios direcionadas ao meio rural, incentivando, principalmente, as vendas diretas ao consumidor. As iniciativas foram realizadas em pelo menos 193 municípios, que têm a produção agropecuária como grande força econômica, com participação significativa dos pequenos produtores.

Uma delas foi o chamado Mercado do Produtor Rural, em que os agricultores apresentavam seus produtos diretamente aos visitantes. Em Brasília (DF), por exemplo, os três dias do evento renderam um faturamento superior a R$ 42 mil com itens como frutas, hortaliças e temperos.

“Foi bem acima das nossas expectativas”, disse o gerente da Unidade de Agronegócios do Sebrae no Distrito Federal, Roberto Faria, ao fazer um balanço do evento, nesta semana. A expectativa é de que o mercado do produtor rural continue na capital federal, organizado pelos próprios participantes.

Permanente
Em todos os setores da economia atendidos pelo movimento, o Sebrae registrou a inclusão de quase 190 mil micro e pequenas empresas, além de microempreendedores individuais (MEI). A maior parte no estado de São Paulo (31,6 mil). Todas essas empresas atenderam a 56,2 milhões de consumidores apenas na última segunda-feira (5/10), o chamado Dia D do Compre do Pequeno Negócio.

Veja também  Em Mato Grosso, cotações do milho sobem 2,32% na última semana, de acordo com o Imea

Comemorando os resultados positivos da iniciativa, o Sebrae pretende torná-la permanente. Os números justificam a intenção. Segundo o Sebrae, são mais de 10 milhões de micro e pequenas empresas com faturamento anual de até R$ 3,6 milhões. O segmento responde por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil e por 52% dos empregos formais. No meio rural, são cerca de 15 mil produtores atendidos nos 27 estados do Brasil.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.