Notícias

Milho: poder de compra do frango em 2018 recuou 16%

, Milho: poder de compra do frango em 2018 recuou 16%, AGRONEWS BRASIL

Atualizado em

Em 2018, a capacidade do frango vivo para a compra de milho sofreu variações significativas

Exemplificando, na virada do primeiro para o segundo semestre – ocasião em que a cotação do frango vivo retrocedia aos mais baixos níveis do ano e o milho permanecia em alta (o pico de preços de 2018 – R$45,29/saca – foi registrado em maio), uma tonelada de frango vivo adquiria não mais que três toneladas de milho. Já no início do quarto trimestre (outubro) adquiria-se quase duas toneladas a mais (quase 60% de acréscimo). E não apenas porque os preços do milho retrocederam (queda próxima de 15% em apenas cinco meses), mas sobretudo porque o frango vivo experimentou forte valorização (mais de 45% no espaço de seis meses).

Veja também:  A carne de frango em 2019 nos maiores produtores mundiais

Porém, considerada a média anual, o poder de compra de uma tonelada de frango vivo situou-se pouco acima das quatro toneladas, volume que significou queda de 16% em relação às 4,9 toneladas registradas na média de 2017.

Alguém poderia argumentar que essa diferença é devida aos baixos preços alcançados pelo milho em 2017. Notar, porém (gráfico abaixo, à direita), que o poder de compra do frango vivo naquele exercício esteve pouca coisa abaixo do que foi registrado no triênio 2013/2015.

Em suma, o poder de compra de 2018 só não foi pior que o registrado no malfadado ano de 2016. Mesmo assim, a diferença foi muito pequena: melhora, no ano passado, de apenas 7,5%.E segunda menor capacidade de compra dos últimos seis anos.

, Milho: poder de compra do frango em 2018 recuou 16%, AGRONEWS BRASIL

Fonte: Avisite

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Comente esta matéria

Obrigado por compartilhar este conteúdo. Agora é importante que nos siga nas redes sociais para receber atualizações e participar ativamente do AGRONEWS BRASIL.

Send this to a friend