Diárias de Mercado

Milho: cotações seguem em desvalorizações nesta 2ª feira na CBOT

A semana começa com a Bolsa de Chicago (CBOT) apresentando desvalorizações para os preços internacionais do milho futuro

As principais cotações registravam quedas de 3,25 pontos por volta das 09h05 (horário de Brasília) desta segunda-feira (12/08).

O vencimento setembro/19 era cotado à US$ 4,07 com queda de 3,25 pontos, o dezembro/19 valia US$ 4,14 com desvalorização de 3,25, o março/20 era negociado por US$ 4,25 com baixa de 3,25 e o maio/20 tinha valor de US$ 4,30 com perda de 3,25 pontos.

Segundo informações da Successful Farming, as cotações do milho foram mais baixas durante o comércio da madrugada com o mercado aguardando a divulgação do novo relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que irá atualizar a área plantada na safra americana no final de tarde de hoje.

Os acres de milho estão em torno de 88 milhões (35,612 milhões de hectares), com rendimento de 164,9 bushels por acre (172,5 sacas por hectare), resultando em uma produção de 13,193 bilhões de bushels (335,1 milhões de toneladas), de acordo com os dados levantados em uma pesquisa da Agência Reuters.

O USDA, em julho, previu uma área plantada de milho de 91,7 milhões de acres (37,109 milhões de hectares), rendimento de 166 bushels por acre (173,64 sacas por hectare) e produção de 13,875 bilhões de bushels (352,4 milhões de toneladas).

Por Guilherme Dorigatti/ Notícias Agrícolas

Etiquetas
Continuar lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar