Os futuros do milho têm um início de semana estável na Bolsa de Chicago. As cotações do cereal, por volta de 09h30 (horário de Brasília), perdiam menos de 1 ponto entre os principais vencimentos e o dezembro/18 era cotado a US$ 3,73 por bushel

 

 

Depois de duas sessões de altas intensas, o mercado passa por uma ligeira correção técnica, mas segue de olho em seus fundamentos. E nesta semana, um dos mais importantes é o quadro climático no Meio-Oeste americano.

“O mercado de grão vai monitorar as previsões climáticas nesta semana para saber se a colheita nos Estados Unidos consegue retomar seu ritmo mais forte. Por hora, janela para a colheita ainda se mostra confortável”, explicam os analistas da consultoria internacional Allendale, Inc.

E segundo informações da Reuters Internacional, há um tempo mais seco sendo esperado para a segunda metade desse mês de outubro, porém, as chuvas intensas da última semana podem ter prejudicado algumas lavouras no Corn Belt.

No fim da tarde, após o fechamento dos negócios em Chicago, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz seu novo reporte semanal de acompanhamento de safras e atualiza o índice de lavouras colhidas até o último domingo (14) nos EUA.

Ainda nesta segunda, serão atualizados também os dados dos embarques semanais, os quais podem mexer com o mercado.

 

 

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas
Veja também  Baixa movimentação no mercado do boi gordo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: