A convite da Connan, o chef argentino assou duas vacas inteiras num método exclusivo e único durante o evento.

Oferecer uma experiência gastronômica inédita foi o objetivo da Connan com uma ação promovida na segunda edição do Beef Day, evento realizado no dia 15 de agosto, no Polo Regional Alta Mogiana, em Colina (SP).

Durante o dia de campo, voluntários das empresas Connan e Minerva Foods se uniram ao mestre parrilheiro Carlos Lopez, da Escuela Argentina de Parrileros, para promover uma ação inédita no Brasil: assar duas vacas inteiras num método exclusivo e único.

“A ação foi feita pensando no novo momento que vive a Connan: uma empresa com uma ampla bagagem no mercado, que se reinventou e se caracteriza pela inovação. No Beef Day, queríamos oferecer aos participantes mais do que informação. Nossa ideia era proporcionar um momento novo, de confraternização e, nada melhor do que um churrasco com carne de qualidade para celebrarmos as conquistas da cadeia produtiva”, afirma o gerente de marketing e técnico da Connan, Marcio Bonin.

Para isso, a empresa, em parceria com o chef Carlos, desenvolveu uma estrutura especial que suportasse as altas temperaturas e o tempo de exposição à brasa. “O segredo dessa técnica é o controle do fogo. Diferente das outras técnicas, esta exige atenção redobrada na temperatura, pois os cortes possuem tempos de cocção diferentes”, explica Carlos Lopez.

Segundo o chef, outro ponto de atenção na técnica é a qualidade da carne. “Por ficar muito tempo exposta ao fogo, a carne precisa ser de extrema qualidade. É fundamental utilizarmos a carne de qualidade para que a experiência seja ainda melhor. Uma carne dura, por exemplo, não oferece o resultado que gostaríamos de proporcionar”, destaca Carlos. “Tenho acompanhado a evolução da proteína brasileira e posso afirmar que a carne produzida aqui tem evoluído ano a ano”.

Veja também  4 dicas para maximizar a rentabilidade na cultura da soja

Para a ação foram utilizadas duas novilhas fornecidas pelo Minerva Foods, com 305 kg e 240 kg, que foram preparadas um dia antes e ficaram expostas ao fogo por mais de 12 horas. “Foi uma experiência muito interessante. Acompanhei todo o processo, desde a chegada das carcaças até servir a carne aos participantes. O processo é lento, mas muito gratificante”, ressalta Bonin.

Referência na pecuária

O evento, promovido no berço do boi 7.7.7, reuniu mais de 1.200 pessoas para um dia de campo focado em oferecer conhecimentos e tecnologias para o aumento de produtividade nos diferentes sistemas de produção. “Quando falamos de carne de qualidade, temos alguns pilares de evolução e um dos principais é o boi 7.7.7, criado aqui em Colina. Esse evento discute estratégias para uma produção eficiente e sustentável economicamente, mostrando como melhorar a eficiência produtiva”, afirma Bonin.

Parceira da Apta, a Connan tem na instituição uma referência para seus protocolos e produtos. “Esse polo é um dos centros que usamos para pesquisa, que referenciam os trabalhos que levamos para os clientes. Antes de apresentarmos um protocolo ao campo, primeiro provamos cientificamente com testes promovidos junto às instituições. Quando temos uma parceira como a Apta, que é referência no setor pecuário, nossos protocolos e produtos passam a contar com uma confiabilidade ainda maior”, finaliza Bonin.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: