Trajano Silva Remates e Estância Bahia Leilões trabalharão juntas para promoção e venda de animais.

Dois dos mais importantes escritórios de leilões do país estão se unindo para ampliar a comercialização de bovinos de corte. A gaúcha Trajano Silva Remates, com 57 anos de atuação, e a Estância Bahia Leilões, com 27 anos nas pistas do país, firmaram acordo para promoção e vendas de animais. E o primeiro remate desta parceria será no dia 23 de junho, quando ocorre o Leilão Virtual GAP Brasil e Convidados, que ofertará 2,4 mil exemplares.

Conforme o diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva, a leiloeira vinha há anos estudando uma parceria com uma empresa do Norte do país e a Estância Bahia Leilões é uma das mais reconhecidas no mercado pelo sua expertise na comercialização de bovinos de corte. “Há tempos vínhamos costurando uma parceria com uma empresa do Norte do Brasil. E fechamos esta parceria com a Estância Bahia. É uma grande empresa, que é uma das maiores vendedoras de gado de corte do país. Daqui para frente temos essa parceira. Acreditamos que esta será uma mudança na comercialização da pecuária no Rio Grande do Sul”, salienta.

Para o diretor comercial da Estância Bahia, Guilherme Tonhá, esta parceria com uma tradicional empresa do Sul do país busca unir os elos entre as duas regiões de tradicional pecuária. “O nosso Centro Oeste é o grande produtor de carne do país, onde temos um volume expressivo do rebanho nacional com grandes criatórios e intensificação da pecuária, com muita tecnologia, produzindo carne com custo mais barato. Temos grandes fazendas com cria e eles procuram genética de qualidade. E a GAP está unindo esta cadeia do Rio Grande do Sul trazendo essa genética para o Centro Oeste e a Trajano Silva faz junto conosco esta junção dos elos, disseminando a genética do sangue europeu e a trazendo para a região mais tropical do Brasil”, ressalta.

Veja também  Leilão Aliança oferta em setembro 750 touros Nelore Padrão e Mocho

O diretor comercial da GAP Genética, João Paulo Schneider, o Kaju, salienta que este leilão do dia 23 é um pano de fundo para algo maior. “Esta parceria há muito tempo viemos instigando e apoiando. Temos que tentar, no que fazemos e produzimos, pela universalidade das raças sintéticas que são o Brangus e o Braford, atingir o Brasil inteiro. A Trajano Silva é nossa parceira há muito tempo nos negócios e estamos criando um novo relacionamento comercial com a Estância Bahia. Quanto mais a gente agregar, mais poderemos ter sucesso”, salienta.

Sobre o leilão, Kaju reforça que uma parte da oferta será de genética com touros e fêmeas, sendo o restante de gado de corte de clientes e parceiros. “Convidamos nossos clientes que utilizam a nossa genética para participar do leilão como uma forma de retribuição e também para que se sintam prestigiados. É um desafio novo”, destaca.

Na oferta estão 2 mil produtos de cruzamento industrial e 150 touros e 250 novilhas das raças Angus, Brangus, Hereford e Braford. Também constarão no leilão virtual Cavalos Crioulos domados, aproveitando o momento de expansão da raça pelo Brasil.

Por: Nestor Tipa Júnior/AgroEffective

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: