Exportações subiram depois a abertura do mercado para a exportação de produtos do Brasil para os chineses.

A abertura do mercado para a exportação de produtos do Brasil para a China, desde dezembro de 2015, já trouxe bons resultados de vendas para a JBS Foods.

De acordo com a companhia brasileira, uma das maiores exportadoras de carnes do mundo, as exportações de frangos e suínos para a China cresceram 81% apenas neste ano, em comparação com o ano anterior. Com isso, o país virou o principal destino das exportações da empresa.

Flávio Malnarcic, diretor executivo de mercado externo da JBS Foods, atribui o aumento à demanda crescente pelas proteínas na China, maior produtor mundial de suínos e o terceiro maior produtor de frangos no mundo.

“A demanda ainda é crescente em função do forte desenvolvimento econômico e queda na produção local”, explica o diretor.

A empresa teve de adaptar seu portfólio ao mercado chinês e passar por rígidos controles de qualidade, antes de começar as vendas. Em 2014, foram aprovados os primeiros abatedouros de suínos no Brasil para exportar cortes diretamente para o país.

Os primeiros cortes de frango importados foram os pés e as asas, para só depois iniciar as vendas de coxas e sobrecoxas, além de asas calibradas por faixa de peso. Hoje, os produtos são ofertados em restaurantes e supermercados de grandes centros, como Xangai, Pequim e Ganzu.

A JBS também exporta carne bovina in natura para a China desde agosto de 2015 e conta.

Fonte: Exame

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: