Mercado Financeiro

Índice de preços da FAO aumenta em junho mas o de carnes retrocede

O índice geral registrado pela nova base de cálculo (2014/2016 = 100 pontos) foi de 93,2 pontos, 2,4% a mais que no mês anterior, mas 2,16% menos que em junho de 2019. Ou, ainda, redução de quase 10% em relação aos preços registrados no último mês do ano passado.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

As carnes, porém, não participaram do pequeno ajuste observado, pois mantiveram o movimento de queda observado desde janeiro deste ano. Assim, com 95,2 pontos em junho, sofreram redução de meio por cento no mês e de 6% em um ano, além de encerrarem o semestre com um valor 10,28% inferior ao de dezembro de 2019.

O detalhe, neste caso, é que as carnes não estiveram sozinhas, porquanto os cereais (cujo pico de preços em quase um ano ocorreu em janeiro passado) também sofreram queda de preços. Aqui, porém, o índice de retrocesso foi inferior aos das carnes, já que, comparativamente a junho de 2019, a redução não chegou a 2%.

Por Avisite

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Leia também: https://agronewsbrasil.com.br/cuidados-essenciais-com-os-equinos-durante-o-inverno/

peixe br
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo