Disfarce maroto

 

Trata-se de uma lagarta que, basicamente, se “transforma” em cobra quando se sente ameaçada ou é perturbada por alguém. O animal pertence à espécie de mariposas Hemeroplanes triptolemus, e pode ser encontrado em diversas regiões da África, América Central e do Sul — incluindo alguns dos nossos vizinhos, como a Colômbia, Venezuela, Argentina e Bolívia —, e faz esse truque de adotar a aparência de uma criatura muito mais perigoso na fase larval. Evidentemente, essa habilidade consiste em um mecanismo de defesa, e o que a lagarta marota faz é expandir a parte anterior do corpo de maneira que ele fique em formato ligeiramente triangular, como se fosse a cabeça de uma cobra. O bichinho também expande os olhinhos para que eles pareçam maiores — complementando o visual reptiliano.

O interessante é que, além de inflar a cabecinha, a lagarta também imita o comportamento das cobras — movendo o corpo como uma serpente e adotando a postura de uma que está prestes a dar o bote. Aliás, imagine só que você está participando de uma trilha ou algo parecido e se depara com um bicho desses encarando te encarando de maneira ameaçadora! O disfarce é super eficiente, né?

Identificar que se trata de uma lagarta e não de uma cobra potencialmente venenosa e nervosa é simples: basta prestar atenção e ver que o corpo do “réptil” é curto demais e termina abruptamente, como se tivesse sido cortado. Mas, que em um encontro acidental é fácil se enganar, isso é! E aí, caro leitor, você já sabia da existência dessa criaturinha?

 

Fonte: Mega Curioso

 

 

Veja também  O AMBICIOSO PROJETO CHINÊS DE CONSTRUIR UMA CIDADE COM 1 MILHÃO DE PLANTAS

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: