A Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso (Fundação MT) começou nesta semana o evento “É hora de plantar”, que tem como objetivo discutir e auxiliar os produtores rurais do estado a se preparar para a safra de soja 2016/17.
A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) é uma das patrocinadoras do evento e valoriza debates desta natureza. “Eventos como este são fundamentais porque visam o planejamento da próxima safra, que já está aí, praticamente. Também é importante e será falado sobre clima e sobre a eficiência dos fungicidas. O produtor deve estar atendo ao que vem pela frente”, destaca o diretor técnico da Aprosoja, Nery Ribas.
A programação teve início na segunda-feira (8), em Confresa, e passa por Querência (9), Rondonópolis (10), Primavera do Leste (11), Sorrriso (16), Nova Mutum (17), Tangará da Serra (18) e Campo Novo do Parecis (19).
Para facilitar o debate, a programação foi dividida em três partes. A primeira é sobre controle de doenças e recomendações para a próxima safra, a segunda aborda os impactos do La Niña em culturas como soja, milho e algodão. A terceira parte será sobre resultados de pesquisa e implicações práticas para as safras seguintes.
“Tivemos ocorrência reduzida e irregular de chuvas nos meses de outubro a dezembro, ocasionando atraso de plantio, estabelecimento irregular das lavouras e restrições hídricas para o desenvolvimento da soja, como nunca visto no Estado neste período. Agora, no planejamento da próxima safra, queremos debater com os produtores e técnicos o que é possível fazer para estar ainda mais preparado para as mudanças que sempre podem acontecer”, afirma Leandro Zancanaro, gestor de Pesquisa da Fundação MT e um dos palestrantes do “É hora de plantar”.
Os detalhes da programação podem ser conferidos em www.fundacaomt.com.br/eventos.
Veja também  Parceria do Senar, Sebrae e governo federal vai investir R$ 1 bilhão em assistência técnica

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.