Pesquisadores do Cepea afirmam que relações instáveis com os países compradores têm dificultado as exportações do setor avícola, que ainda não deslancharam em 2018

 

Já foram ao menos três medidas internacionais neste ano que restringiram a entrada de frango brasileiro em importantes países demandantes. Além disso, a greve dos caminhoneiros no final de maio no Brasil e o impasse no tabelamento dos preços de frete também prejudicaram as negociações.

Dados da Secex apontam que 1,8 milhão de toneladas de carne de frango (considerando-se produtos in natura e processados) foram embarcadas de janeiro a junho de 2018, baixas de 13,4% frente ao mesmo período de 2017 e de 19,2% na comparação com o primeiro semestre de 2016.

Quanto ao mercado interno, agentes consultados pelo Cepea esperavam vendas aquecidas no início deste mês, devido ao recebimento dos salários, que tradicionalmente eleva a demanda. No entanto, esse comportamento foi observado em apenas parte das regiões acompanhadas pelo Cepea.

Fonte: Cepea

Veja também  Boi Gordo: Cotações da arroba do boi gordo em alta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: