O frango vivo comercializado no interior paulista passou pela terceira semana de abril e completou os dois primeiros decêndios do mês sem alteração na cotação, mas enfrentando ainda maior deterioração nas condições de mercado

Ou seja: o preço pago ao produtor continuou tendo como referencial o valor de R$2,20/kg, mas com negócios reais sendo efetivados por quantias até 20 centavos inferiores. Já o mercado, naturalmente fraco na segunda quinzena do mês, sofreu ainda mais com a principal ocorrência da semana no setor (bloqueio da UE a empresas avícolas brasileiras).

Mas, como se tenta demonstrar em outra matéria desta segunda-feira, não há, na realidade, motivos para potencializar ainda mais o já fraco desempenho do setor.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: