Mercado Financeiro

Frango: Desempenho do frango vivo na quarta semana de setembro

Nada de novo no front. É tudo que se pode dizer do frango vivo que, no interior paulista, completou no sábado, 23, seu 177º dia com o preço estável em R$2,50/kg

E, em Minas Gerais, completou 74 dias de preço inalterado em R$2,60/kg. No máximo – ressalte-se. Pois nas duas praças continuam ocorrendo fechamentos por valores inferiores.

Notar, pelo gráfico abaixo, que a estabilidade de preço no mercado paulista não é exclusividade de setembro corrente: foi observada também um ano atrás, tendo durado, então, quase 100 dias. Efeito da redução de produção forçada pelos custos elevados.

Neste ano, os custos se diluíram significativamente. Ainda assim, a redução iniciada em 2016 se intensificou. Sem qualquer efeito sobre o mercado, haja vista que o preço corrente – e que tende a completar um semestre sem qualquer alteração – é o menor dos últimos cinco anos para o mês de setembro.

Por sinal, deflacionando-se os valores anteriores (pelo IPCA de agosto passado) constata-se, primeiro, que os R$3,10/kg de setembro de 2016 não tiveram nada de excepcional, pois, em valores reais, ficaram aquém dos R$2,87/kg de 2015. A segunda constatação é a de que o frango (não só o vivo) vem registrando anualmente valores reais decrescentes.

Frango: Desempenho do frango vivo na quarta semana de setembro 1

Fonte: Avisite

Etiquetas
Continuar lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar