Com o atual nível de preços do Feijão-carioca, a consequência lógica é desestímulo ao plantio da primeira safra de 2017/18

Os números que vão sendo confirmados no Paraná, maior estado produtor, indicam isso.

É uma atitude minimamente sensata, uma vez que não há garantias de nenhum lado, nem dos empacotadores e muito menos do governo.

Ontem um pequeno volume de negócios voltou a frustrar os produtores.

Fonte: Ibrafe

Veja também  BFFC se compromete a comprar somente ovos livres de gaiolas

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: