Mercado FinanceiroNotícias

EUA puxam exportações brasileiras de arroz em novembro, diz Abiarroz

Puxadas pelos Estados Unidos, as exportações brasileiras de arroz (base casca) somaram 72.794 toneladas em novembro, cerca de 58 mil t a menos do que em igual mês de 2019, quando totalizam 130.638 t, segundo a Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz), com base em dados do Ministério da Economia. As compras do mercado estadunidense totalizam 40.275 t, sendo 96% deste total de arroz quebrado.

Além dos EUA, outros principais destinos das exportações brasileiras de arroz em novembro foram a Venezuela (15.696 t), o Peru (10.239 t), a Arábia Saudita (1.941 t) e Cabo Verde (1.235 t).

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

No ano comercial – março a novembro –, as exportações brasileiras de arroz chegaram a 1,61 milhão de toneladas, contra 982.883 t de igual período do 2019, mostram os números do Ministério da Economia, de acordo com a Abiarroz.

No acumulado do ano (janeiro a novembro), os embarques de arroz alcançaram 1,76 milhão de toneladas, contra 1,2 milhão do mesmo período de 2019.

Importações

Em novembro, o Brasil importou 187.574 toneladas de arroz, contra 66.420 t do mesmo mês de 2019. EUA (56.067 t), Paraguai (48.711 t), Uruguai (46.857 t), Argentina (16.724 t), Índia (11.707 t) e Suriname (4.485 t) foram os principais fornecedores do produto para o mercado brasileiro.

Ainda segundo a Abiarroz, no ano comercial (março a novembro), as importações brasileiras totalizaram 919.325 t, contra 829.710 t de igual período de 2019.

Eficiência brasileira

Na avaliação do diretor-executivo do Sindarroz-RS, Tiago Sarmento Barata, o Brasil mostrou muita eficiência, ao longo do ano, na sua missão de abastecer os mercados interno e externo, apesar de todas as dificuldades impostas pela pandemia de covid-19, como as de ordem logística e de fornecimentos de insumos.

“Atendemos todos os mercados com crescimento dos volumes embarcados. O Brasil conseguiu cumprir a sua missão na segurança alimentar, garantindo o abastecimento para a população nos mercados doméstico e internacional e superando todas as adversidades”, reforçou o executivo do Sindarroz-RS.

Por Abiarroz

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

ABRALEITE
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo