Mercado Financeiro

Entre as carnes exportadas em 2020, frango perde em volume, preço e receita

Computadas as exportações de carnes dos 11 primeiros meses do ano, apenas a carne de frango registra resultados inferiores aos de idêntico período de 2019

Computadas as exportações de carnes dos 11 primeiros meses do ano, apenas a carne de frango registra resultados inferiores aos de idêntico período de 2019.No volume, no preço e, por decorrência, também na receita cambial.

Os dados são do MAPA e coligidos a partir das informações da SECEX/ME. Apontam que, entre janeiro e novembro, o volume de carne de frango exportada recuou 1% e totalizou 3,755 milhões de toneladas, 55% do total de carnes exportadas pelo País neste ano.

Se em volume há uma quase estabilidade, no preço a queda foi mais incisiva – de 13,27%, fazendo com que a receita cambial do período recuasse pouco mais de 14%.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Com esse desempenho, a participação da carne de frango na receita total recuou para 35%, sendo superada, de longe, pela receita cambial da carne bovina, cujo valor registrado – perto de US$7,738 bilhões – vem representando praticamente a metade da receita das carnes em 2020.

Em outras palavras, a carne bovina registra desempenho oposto ao da carne de frango, pois enquanto a receita desta recuou 14%, a da carne bovina aumentou quase 14%. Efeito de um aumento de 9% no volume exportado e de cerca de 4,5% no preço obtido internacionalmente.

Por Avisite

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

peixe br
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo