A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) informou nesta quinta-feira, 24, em nota, que as exportações brasileiras de açúcar e etanol e a produção de cana foram afetadas pela paralisação dos caminhoneiros

 

Segundo a principal associação de usinas do setor, embarques dos produtos são feitos utilizando estoques de terminais portuários, que “estão com níveis já perto do zero, fazendo com que navios nomeados fiquem esperando para atracar no porto de Santos”, informou.

“Caso não seja restabelecida a normalidade no abastecimento, todos os embarques de açúcar e etanol serão paralisados”, completou a Unica.

A Unica informou que dez usinas em São Paulo suspenderam a moagem da cana-de-açúcar e o comércio dos produtos. A suspensão ocorre por falta de diesel para o abastecimento de máquinas, bloqueios de caminhões que transportam a matéria-prima das lavouras para as usinas e também pela falta de veículos para a retirada do biocombustível e do açúcar para a comercialização.

“Até o transporte ferroviário apresenta dificuldades, visto que muitos dos seus equipamentos utilizam diesel. Do lado da produção de cana, a falta de diesel também tem impactado a continuidade da colheita”, relatou a Unica.

Além das usinas paradas em São Paulo, a Unica confirmou a informação divulgada mais cedo pela Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig) de que as 34 usinas mineiras suspenderam as vendas de etanol. No Paraná, três unidades reduziram suas operações de produção.

Veja também  Argentina deve aumentar área de trigo, rendimentos da última safra foram recordes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: