Mercado Financeiro

De outubro para novembro produção de pintos de corte teve recuo

Depois de atingir, em outubro, o volume recorde de 629 milhões de cabeças, a produção brasileira de pintos de corte retrocedeu perto de 12%. Em novembro, de acordo com a APINCO, o volume produzido pelo setor representado somou 554,1 milhões de cabeças.

Siga-nos no Facebook – Instagram – Youtube

A despeito do recuo mensal, o volume registrado em novembro de 2020 ficou 7,22% acima do registrado um ano antes, fazendo com que o acumulado em 11 meses ultrapassasse ligeiramente a casa dos 6,2 bilhões de cabeças, resultado 5,1% superior ao alcançado em idêntico período de 2019.

A variação observada no acumulado dos 12 meses encerrados em novembro de 2020 não é muito diferente: acréscimo de 4,92%, índice que conduz a um volume muito próximo dos 6,770 bilhões de cabeças, resultado que tende a corresponder ao mínimo produzido em 2020.

Própolis contra a Covid-19: pesquisa indica redução no tempo de internação

Notar, neste caso, que a média mensal registrada entre janeiro e novembro foi de 564,2 milhões de cabeças. Supondo-se que esse volume tenha se mantido em dezembro (o mês, com mais dias úteis que novembro, sugere resultado maior) o total anual será pouco superior a 6,770 bilhões de pintos de corte, praticamente o mesmo resultado alcançado nos 12 meses encerrados em novembro.

Por Avisite

AGRONEWS – Informação para quem produz

ALMT - Fake News
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo