Conhecida como uma das cidades mais calorosas do Brasil, devido a sua temperatura elevada e ao calor humano, Cuiabá vem crescendo a cada dia em população e também em geração de negócios, principalmente no Setor Rural. Por isso, faz jus ao título de “Capital do Agronegócio Brasileiro”.

Neste artigo queremos ressaltar a importância do município no contexto geral do estado, que hoje representa o principal celeiro do Brasil, em termos de produtividade, eficiência e representatividade no setor de agronegócios.

Cuiabá, a capital do agronegócio brasileiro 1

Aqui se produzem riquezas

De uma maneira simplista quero esclarecer que Mato Grosso hoje é campeão nacional em produção de soja, milho, algodão e possui o maior rebanho bovino do país, com cerca de 30 milhões de animais, além disso, quer alcançar novos títulos do lado de fora da porteira das fazendas. Cinco setores com grande potencial de crescimento na região e que têm atenção especial do estado são agroindústria, turismo, piscicultura, economia criativa e pólo joalheiro.

Com todo esse potencial, ainda não temos muito bem definida uma cidade sede para aportar os recursos gerados com tamanha produtividade, muito se fala na região Norte do estado como o principal polo do agronegócio, porém a maioria das empresas/propriedades possuem seus escritórios na capital Cuiabá. Com isso, percebemos que há uma divisão clara entre os interesses das lideranças políticas do estado, em se defender uma bandeira tão importante no cenário nacional.

Vídeo comemorativo aos 300 anos de Cuiabá – produzido pela prefeitura municipal

Porque Cuiabá?

Cuiabá é um município brasileiro, capital do estado de Mato Grosso, Região Centro-Oeste do país. Fundado em 1719 por Pascoal Moreira Cabral e descoberto por Miguel Sutil, ambos bandeirantes nascidos na cidade de Sorocaba-SP, ficou praticamente estagnada desde o fim das jazidas de ouro até o início do século XX. Desde então, apresentou um crescimento populacional acima da média nacional, atingindo seu auge nas décadas de 1970 e 1980. Nos últimos 15 anos, o crescimento diminuiu, acompanhando a queda que ocorreu na maior parte do país. Hoje, além das funções político-administrativas, é o principal pólo industrial, comercial e de serviços do estado. É conhecida como “cidade verde“, por causa da grande arborização.

Segundo estimativas de 2018 feitas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a população de Cuiabá é de 607.153 habitantes, enquanto que a população da conurbação é de 889.162; já sua região metropolitana possui 918.826 habitantes e o colar metropolitano mais de 1 milhão; sua mesorregião possui 1.105.132 habitantes, o que faz de Cuiabá uma pequena metrópole no centro da América do Sul. A cidade foi umas das 12 sedes da Copa do Mundo FIFA de 2014, representando o Pantanal.

Veja também  Nova Previdência deve estimular investimentos no Brasil, avaliam especialistas

A economia de Cuiabá, hoje, está concentrada no comércio e na indústria. No comércio, a representatividade é varejista, constituída por casas de gêneros alimentícios, vestuário, eletrodomésticos, de objetos e artigos diversos. O setor industrial é representado, basicamente, pela agroindústria. Além disso, a cidade conta com importantes centros comerciais, como o calçadão no centro histórico, 4 shoppings centers e diversas lojas espalhadas pela capital.

Cuiabá 300 Anos, esse é só o começo, o melhor ainda está por vir!

O Turismo

Cuiabá tem diversos atrativos turísticos por estar situada em uma região de variadas paisagens naturais e por ser fácil acesso para outras localidades como a Chapada dos Guimarães, Manso, Nobres e o Pantanal. E por ser uma cidade muito antiga, conta com um patrimônio histórico importante, o turismo de eventos também é crescente no município. Possui uma infraestrutura hoteleira excelente e casas noturnas que fazem de Cuiabá uma cidade bastante movimentada.

A Cultura

Cuiabá já foi uma importante cidade de exploração de ouro, agora é basicamente uma metrópole comercial. Existem várias hipóteses para a origem do nome Cuiabá, uma delas é de que a palavra veio do Tupi “kuîaba”, que representa um tipo de cuia, outra teoria é de que se refere aos índios bororos, conhecidos também como “Cuiabá”.

Outro fator que explica parte das características das manifestações culturais é o convívio de várias culturas desde a fundação de Cuiabá, como os índios que ali viviam, os bandeirantes paulistas e os negros levados para lá como escravos. Todos esses fatores se refletem na gastronomia, nas danças, no modo de falar e nos artesanatos.

peixe cuiabano

Ainda hoje permanecem traços característicos da culinária tradicional, cuja base são os peixes, pescados nos rios da região (pacu, pintado, cachara, dourado e outros) e consumidos de várias maneiras, acompanhados de farinha de mandioca, abóbora e banana, em pratos como a maria isabel, a farofa de banana e o paçoca de pilão. Talvez o mais típico prato local seja a mujica, prato à base de peixe. A culinária cuiabana assim como a brasileira, tem suas raízes nas cozinhas indígenas, portuguesa espanhola e africana.

Veja também  Aplicativo facilita acesso a informações tecnológicas para produtores de leite

Nas manifestações culturais prevalecem os aspectos ligados ao cotidiano e a vida no campo, embora não sejam evidenciados como aspectos principais, podemos perceber no comportamento, algumas características do homem sertanejo, como o chapéu de palha, a ligação forte com a religiosidade, a vida ribeirinha e o contato com a natureza. Na música, formou-se um conjunto muito rico de combinações que resultou no rasqueado, siriri, cururu e outros ritmos. Os instrumentos principais que dão ritmo às músicas e danças são: a viola de cocho, ganzá e mocho.

Cuiabá, a capital do agronegócio brasileiro 2
“Cururueiros” – Artista: Benedito Silva

Muito além do rasqueado

Cuiabá, cresceu, evoluiu, hoje temos uma mistura muito forte com os imigrantes que para cá vieram, que são carinhosamente chamados de “pau rodados”, somos uma verdadeira metrópole que ainda não desabrochou totalmente, o agronegócio cada vez mais influencia a nossa comunidade e somos uma grande potência inexplorada no setor rural.

Para comemorar os 300 anos da capital Cuiabana(08 de abril) e diante de todo potencial que podemos verificar anteriormente, nós do portal AGRONEWS BRASIL de Cuiabá/MT, em parceria com a Texto Comunicação Corporativa de SP, estamos lançando uma campanha nacional para fomentar e trazer a bandeira de Capital do Agronegócio Brasileiro para Cuiabá. Não resta dúvidas que existem todos os amparos possíveis para que isso aconteça, já que boa parte dos maiores produtores do Brasil estão aqui.

Vídeo produzido pela APROSOJA em comemoração aos 300 anos de Cuiabá

Pretendemos com esta inciativa, fixar Cuiabá como a capital do agronegócio brasileiro, ela já é, porém não foi divulgada adequadamente para isso. Estamos finalizando um projeto com objetivos ousados, mas que será possivelmente realizável, graças ao apoio da iniciativa privada e aos parceiros envolvidos. Em breve vamos apresentá-lo ao poder público., comenta Vicente Delgado, diretor do portal AGRONEWS BRASIL.

Considerada a maior feira de tecnologia agrícola do Brasil e uma das maiores do mundo, A AGRISHOW é realizada no interior de São Paulo, Ribeirão Preto, onde consegue reunir soluções para todos os tipos de culturas e tamanhos de propriedades, além de ser reconhecida como o palco dos lançamentos das principais tendências e inovações para o agronegócio.

Veja também  ABPA criará grupo de trabalho para prevenção da Peste Suína Africana

São 25 anos de sucesso absoluto, reunindo mais de 800 marcas expositoras e mais de 150 mil visitantes qualificados em 520.000 m2 de área, trazendo o que há de mais novo em tecnologia agrícola.

Porque não em Cuiabá?

Como exemplo da Agrishow, Cuiabá tem todo potencial para realização de um evento desta magnitude. A Expoagro perdeu a sua força com o tempo, queremos auxiliar a resgatar os grandes eventos do AGRO e atrair novos investimentos para a capital, analisa Delgado.

Com mais de 25 anos de atuação consistente em diferentes atividades, como Agronegócio, Alimentação, Comunicação e Marketing, Construção, Entidades de Classe, Gestão, Pessoas, Indústria, Logística, Segurança Eletrônica, Saúde e Varejo, entre outras. A Texto coloca toda a sua estrutura e experiência em Comunicação Corporativa a serviço de nos auxiliar no desenvolvimento de um projeto com âmbito nacional, para que Cuiabá seja vista como uma grande capital do agro brasileiro.

Cuiabá, a capital do agronegócio brasileiro 3
Da esquerda para direita: Altair Albuquerque e Vicente Delgado – Foto: Diogo França

Sempre que olhamos para Mato Grosso, o vemos como uns dos principais players do agronegócio, não só do Brasil, como também do mundo. E Cuiabá por ser a capital do estado, herda naturalmente esta força. Estamos trabalhando fortemente na elaboração de um projeto que consiga expressar de fato o grande potencial da cidade para atrair investimentos das grandes empresas do país, comenta Altair Albuquerque, diretor executivo da Texto Comunicação.

SOBRE ESTA INICIATIVA

Você pode participar assinando nosso abaixo-assinado que será entregue inicialmente à Câmara Municipal de Cuiabá, para que seja feito um ato oficial de solicitação do título “CAPITAL DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO“. A sua contribuição é fundamental para o sucesso desta ação.

Clique no link abaixo para participar:

https://agronewsbrasil.com.br/cuiaba300anos

Por Vicente Delgado – AGRONEWS BRASIL

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.