A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Frigoríficos deve ouvir, ainda hoje, quatro testemunhas, das seis convocações feitas. Sebastião Douglas Sorge Xavier, representante da empresa Quatro Marcos Ltda; Rui Mendonça Júnior e Martin Secco Arrias, representantes da empresa Mafrig Global Foods e Natalino Bertin, da empresa Bertin Ltda devem ser sabatinados pelos parlamentares.

As testemunhas Antônio Eugênio Belluca, da empresa Localmeat Ltda, e José Barbosa Machado Neto, representante da empresa IFC International Food Company, não confirmaram e a comissão aguarda justificativa para remarcar as oitivas.

A CPI dos Frigoríficos investiga se as empresas frigoríficas estão cumprindo as obrigações assumidas por meio de termos de compromisso firmados entre as empresas e os poderes públicos, neste caso, empresas que receberam financiamentos e incentivos fiscais.

De acordo com o presidente da CPI, deputado Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, o trabalho realizado pela comissão juntamente com os membros da CPI já apresenta resultados.

“Fomos informados sobre a reabertura de plantas frigoríficas, a situação do setor começa a mudar, a equipe técnica da CPI já tem os dados de todo o plantel bovino de Mato Grosso, e foi detectado que no mínimo quatro a cinco plantas têm condições de voltar às atividades”, detalhou o parlamentar.

Veja também  Atrasada no PR, colheita de soja chega a 67% da área no Brasil

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.