A colheita da safra 2018/19 de soja chegou na quinta-feira (07) a 57% da área cultivada no Brasil, ante 52% na semana anterior, 48% no ano passado e 47% na média de cinco anos. Mato Grosso segue na liderança entre os estados, com 93% de sua área já colhida

Em seguida aparecem Mato Grosso do Sul e Goiás, com 86% cada.

Umidade e avariados
Embora o percentual colhido no Brasil continue à frente da média histórica, esta foi a terceira semana consecutiva em que o avanço das máquinas foi mais lento devido às chuvas que caem em diversos estados do país. Além de lotes chegando com alta umidade aos armazéns – algo que já havia acontecido na segunda quinzena de fevereiro -, os relatos sobre grãos avariados começam a se tornar mais comuns.

Isso não chega a ser um grande problema nos estados onde a colheita já está perto do fim. Mas, caso as previsões de continuidade das chuvas se confirmem, estados onde a colheita ainda não está tão adiantada poderão ter perdas de qualidade mais significativas, especialmente se não houver intervalos de tempo aberto para que os produtores consigam colher as áreas já prontas.

Por Fernando Muraro, Adriano Gomes, Alaíde Ziemmer e Daniele Siqueira/ AGRural

Veja também  Soja: cotações na Bolsa de Chicago seguem em alta nesta 5ª feira

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.