Previsão do tempo

CLIMATEMPO 12 de dezembro 2020, veja a previsão do tempo no Brasil

Assista o Boletim CLIMATEMPO 12 de dezembro 2020 e veja a previsão do tempo em todas as regiões do Brasil.

O verão 2020/2021 começa astronomicamente às 7h02 do dia 21 de dezembro de 2020 e termina às 6h38 do dia 20 de março de 2021. Confira as expectativas para o verão 2021 no estado de São Paulo e as principais características da estação.

O verão 2019/2020 não foi bom de chuva para o estado de São Paulo. De forma geral, o volume de chuva ficou abaixo da média normal nos meses de dezembro de 2019, janeiro e março de 2020 na maioria das regiões paulistas. Fevereiro de 2020 foi o único mês em que a chuva foi farta de maneira generalizada sobre o estado..

Na cidade de São Paulo, pelas medições do Instituto Nacional de Meteorologia na estação meteorológica do Mirante de Santana, a chuva de janeiro de 2020 ficou dentro da média. Fevereiro de 2020 teve quase 500 mm de chuva, o que representa o dobro do normal para este mês. Já em março choveu apenas um terço do que seria normal.

La Niña

O ano de 2020 termina com um fenômeno La Niña moderado a forte e que vai influenciar o clima do verão de 2021 no Brasil, com lento enfraquecimento até o fim da estação. As previsões mais recentes dos principais institutos internacionais de monitoramento do clima global apontam que a situação de neutralidade (nem La Niña e nem El Niño) na porção central do oceano Pacífico Equatorial só deve ocorrer entre abril e maio.

Fenômenos típicos do verão em SP

De forma geral, o fenômeno La Niña, que é caracterizado pela temperatura abaixo do normal na porção central do oceano Pacífico Equatorial, facilita a organização de convergências de umidade sobre a Região Sudeste, o que gera áreas de chuva persistentes.

A Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) é um fenômeno típico do verão que influencia o estado de São Paulo, mas as condições oceânicas durante o verão 2021 não serão favoráveis para a organização deste sistema.

Frente frias passam pela costa paulista também durante o verão e ajudam a formar áreas de instabilidade sobre o interior do continente que provocam chuva generalizada.

O ar quente e úmido, típico do verão, estimula o crescimento das grandes nuvens cumulonimbus que com frequência provocam temporais, com chuva forte em pouco tempo, raios e fortes rajadas de vento.

O que esperar do verão 2021 em SP?

De forma geral, o verão 2021 deve trazer mais chuva para o estado de São Paulo do que o verão de 2020. Temporais são comuns na estação e podem ocorrer várias vezes em qualquer região do estado.

Em relação à temperatura, não há expectativa de calor extremo. O verão 2021 deve ser com temperaturas dentro da média.

Previsão verão 2021 em SP

Para janeiro de 2021, a Climatempo prevê volumes de chuva acima da média normal em todas as áreas do estado de São Paulo, incluindo a região da Grande São Paulo.

Pelos cálculos do Instituto Nacional de meteorologia, a média de chuva em janeiro , calculada para o período de 1981 a 2010, varia de 250 mm a 300 mm em quase todas as regiões do estado de São Paulo, incluindo áreas como a Grande São Paulo, todo o litoral, a região de Campinas, o Vale do Paraíba, a região de Bauru, de Presidente Prudente e também a região de Sorocaba. Volumes médios de chuva de 300 mm a 350 mm são encontrados no norte do estado de São Paulo, em locais como Ribeirão preto, Franca e Barretos

Para fevereiro de 2021, a Climatempo prevê chuva acima da média no centro-oeste e norte do estado, na região da Grande São Paulo, no Vale do Paraíba, na Serra da Mantiqueira, na Baixada Santista e no Litoral Norte. Na porção sudoeste/sul do estado, que inclui a região de Ourinhos, Avaré, Itapetininga, o Vale do Ribeira e o Litoral Sul, a previsão é de que a chuva de fevereiro fique dentro da normalidade.

Pelos cálculos do Instituto Nacional de meteorologia, para o período de 1981 a 2010, a média de chuva no estado de São Paulo em fevereiro varia de 200 mm a 250 mm na maioria das áreas do estado, incluindo a região da Grande São Paulo e todo o litoral. Em áreas como oeste/sudoeste do estado, incluindo a região de Ourinhos e de Presidente Prudente, a média de chuva é um pouco menor ficando entre 175 mm a 200 mm.

Para março de 2021, a previsão da Climatempo é de que a chuva no estado de São Paulo fique próxima da média normal em quase todas as regiões paulistas. Pode chover um pouco mais do que a média na região de Presidente Prudente. Em algumas áreas na Mantiqueira, o volume de chuva de março de 2020 pode ficar um pouco abaixo do normal.

Fonte: CLIMATEMPO

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

peixe br
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo