Notícias

Chuva causa transbordamento de rio em Minas Gerais e Rio de Janeiro

O grande volume de chuva que caiu nos quatro primeiros dias de 2021 na região entre a Zona da Mata de Minas Gerais e o Noroeste do estado do Rio De Janeiro, elevou os níveis dos rios das bacias do rios Muriaé e Pomba nestes estados. O rio Muriaé transbordou deixando desabrigados em Patrocínio de Muriaé.

Confira a previsão da chuva em do nível dos rios nos próximos dias:

Previsão de chuva

Na região de Muriaé já choveu cerca de 269 mm em 4 dias, de acordo com o Cemaden – Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais -, superando ligeiramente a média normal de chuva para Janeiro que é de 262 milímetros. Em Patrocínio de Muriaé, o acumulado nos últimos 4 dias foi de aproximadamente 158 mm, no centro da cidade.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Zona região de Itaperuna (RJ), o Instituto Nacional de meteorologia registrou 138,8 MM de chuva acumulados do dia 1 até 9 horas de 4 de Janeiro , O que representa cerca de 70% da Média normal de chuva para janeiro que é de aproximadamente 201 mm .

Áreas de instabilidade continuam ativas sobre a Região Sudeste do Brasil nos próximos dias, até o final desta semana há previsão de pancadas de chuva com raios, que podem ser moderadas a fortes também sobre os estados de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Como os rios já estão cheios, o risco de transbordamento é maior mesmo que não ocorra uma tempestade.

Previsão do nível dos rios

Rio Muriaé

Segundo o Serviço Geológico do Brasil, em Patrocínio do Muriaé (MG), o rio Muriaé atingiu a cota de inundação nesta segunda-feira, 4 de janeiro. A previsão é de que o nível continue subindo nas próximas horas, mas de forma lenta. No boletim informativo das 21 horas de 4/1/2021, o rio Muriaé em Patrocínio do Muriaé estava transbordando, com cerca de 2,40 metros acima da cota de inundação.

A situação na região de Itaperuna (RJ) é preocupante, pois com o impacto da onda de cheia na tarde desta segunda-feira, o rio Muriaé atingiu a cota de inundação que é de 4,00 metros.

A previsão do Serviço Geológico é de que o nível do rio continue se elevando em Itaperuna e transborde na madrugada desta terça-feira, 5 de janeiro, atingindo o nível de 5,29 metros, tendo grande impacto no município.

Em Patrocínio do Muriaé, o rio Muriaé atingiu 7,10 metros às 15 horas de 4/1/2021, superando em mais de 2,00 metros a cota de inundação, que é de 5,00 metros. A Defesa Civil do município contabilizou 150 desabrigados.

Situação do rio Muriaé às 21h de 4/1/2021

Ainda de acordo com informações do Serviço Geológico do Brasil, em Cardoso Moreira (RJ), o rio Muriaé também superou a cota de alerta de 5,00 metros. A previsão é de que o nível do rio continue se elevando e alcance 6,82 metros. Porém, ainda não há previsão de inundação, que ocorre na cota de 7,50 metros.

Rio Pomba

Outra preocupação na região de divisa de Minas Gerais com o Noroeste do Rio de Janeiro é a bacia do rio Pomba, onde os rios também atingiram a cota de alerta na tarde de 4/1/2021. Por enquanto, segundo o Serviço Geológico, a situação na bacia do rio Pomba é menos preocupante em comparação ao rio Muriaé.

Em Santo Antônio de Pádua (RJ), a previsão é que o rio Pomba suba ao nível de 3,04 metros na madrugada desta terça-feira, 5 de janeiro, se aproximando da cota de inundação que é de 3,10 metros.

Em Aperibé, a previsão é de que o rio Pomba também se eleve até a cota de 2,74 metros, sendo que a cota de inundação é de 3,60 metros.

Situação do rio Pomba às 21h de 4/1/2021

Por Climatempo

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo