Você não precisa ser um defensor dos animais para saber que uma pista de dança não é o local mais adequado para levar um cavalo, não é mesmo?

Essa lógica, no entanto, não passou pela cabeça de um produtor de eventos de Miami, que achou que seria uma boa ideia levar um cavalo para o meio de uma pista de uma casa noturna.

A apresentação acabou com os gritos das pessoas que estavam na Mokai Lounge, já que o cavalo obviamente se assustou com a situação e acabou derrubando a mulher que o conduzia e agindo de forma arredia.

Vídeos do episódio desastroso foram amplamente compartilhados e uma petição online reuniu quase 3 mil assinaturas até o momento, com a intenção de que a prefeitura de Miami fechasse o estabelecimento.

A autora do documento, Laura Sosa, escreveu na petição que as pessoas costumam frequentar casas noturnas para dançar, se divertir e beber e que esses lugares são inadequados para qualquer animal. Ela disse que ninguém entendeu, ainda, por que o animal foi levado até a balada, mas que já que isso aconteceu e que não terminou bem, medidas devem ser tomadas para que o caso não se repita nem na Mokai Lounge nem em outros estabelecimentos.

Maus tratos

Elisa Allen, que trabalha com direito dos animais, falou ao Metro sobre o ocorrido. De acordo com ela, não há desculpas para colocar um animal em situação de estresse em função da diversão humana.

“Cavalos são particularmente sensíveis e facilmente assustados. Devido à tendência de entrar em pânico e sair correndo em situações de estresse, correm o risco de se machucar e de machucar outras pessoas nesse lugar”, explicou. Allen pediu também para que as pessoas evitem frequentar lugares que promovam esse tipo de apresentação, tanto por questões ideológicas quanto por segurança mesmo.

O gerente do estabelecimento, Jimmy Morales, disse que a apresentação era inapropriada e que ocorreu sem a sua autorização. Segundo Morales, assim que a apresentação começou, seus funcionários agiram rapidamente para remediar a situação.

O prefeito da cidade, Dan Gelber, não mediu palavras ao comentar o caso: “Que tipo de idiota faria isso, que tipo de idiota colocaria em perigo a vida das pessoas montando em um cavalo em um clube?”, perguntou. O dono do estabelecimento, Roman Jones, disse que não foi informado anteriormente sobre a apresentação. Segundo ele, o animal não foi ferido e a pessoa que teve a ideia de levar o cavalo até o meio da balada foi demitida por justa causa. Jones disse, também, que vai colaborar com as investigações.

Fonte: Mega Curioso

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: