Mercado Financeiro

Carne Bovina: China aumentou mais de 50% as importações e Brasil responde por 34,5%

De janeiro a maio, 394 mil toneladas de carne bovina foram importadas via Shanghai, um aumento anual de 51,8%, sendo que deste montante, 34,5% são provenientes do Brasil, isso é o que mostra os dados das autoridades aduaneiras.

O valor desses bens foi de 15,55 bilhões de yuans (US$ 2,2 bilhões), um aumento de 72,9% em relação ao ano passado. O preço médio da carne bovina importada foi de 39,4 yuans por quilo durante o período, 13,9% a mais ante 2019.

Brasil, Argentina e Austrália foram os três principais países de origem. Nos primeiros cinco meses, a alfândega de Shanghai recebeu 136 mil toneladas vindas do Brasil, mais que o dobro em termos anuais e respondendo por 34,5% das importações de carne bovina em Shanghai no período.

O volume das importações de carne bovina a partir da Argentina e Austrália aumentou 52,1% e 28,5% ano a ano, respectivamente. O aumento dessas importações em Shanghai mostra que o consumo de carne bovina no mercado chinês permanece robusto, apesar da epidemia do novo coronavírus.

Por: COMEX do Brasil, Com informações da Agência Xinhua

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

ALMT - Fake News
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo