Os contratos futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) operam com leve alta nesta manhã de segunda-feira (30)

O mercado externo do grão se acomoda tecnicamente neste início de semana depois de fechar os últimos cinco dias da semana passada com alta acumulada de cerca de 4% e voltar ao patamar de US$ 1,20 por libra-peso. A safra brasileira segue no radar.

Por volta das 09h04 (horário de Brasília), o contrato maio/18 estava cotado a 120,35 cents/lb com alta de 275 pontos – fechamento anterior e o julho/18 anotava 121,90 cents/lb com recuo de 50 pontos. Já o vencimento setembro/18 trabalhava com desvalorização 45 pontos, a 124,00 cents/lb, e o dezembro/18, mais distante, tinha 50 pontos negativos, a 127,40 cents/lb.

Depois de se aproximar de US$ 1,15/lb nos últimos dias, o arábica reagiu com suporte de fatores técnicos na semana passada. Os ganhos acumulados dos últimos dias são os maiores de uma segunda posição desde dezembro de 2017. Agora, ajustes naturais são vistos no mercado do grão e operadores seguem atentos ao desenvolvimento da safra brasilera.

No Brasil, no último fechamento, o tipo 6 duro era negociado a R$ 430,00 a saca de 60 kg em Espírito Santo do Pinhal (SP), em Guaxupé (MG) os preços estavam cotados a R$ 460,00 a saca e em Poços de Caldas (MG) estavam valendo R$ 445,00 a saca.

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas
Veja também  Boi Gordo: Mercado de reposição voltando aos trilhos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: