Doença impacta diretamente a produtividade do rebanho, principalmente durante o período de reprodução, que se inicia no período das águas

 

Enfermidade altamente prejudicial à pecuária brasileira, a Diarreia Viral Bovina (BVD) é tema de intensos debates sobre a importância da sua prevenção e as severas consequências que ela provoca no rebanho em curto e longo prazos. “Segundo a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE), a BVD é uma das doenças que mais impactam negativamente a produção de carne e de leite do mundo, além de confinamentos, tendo o Brasil casos registrados em todo seu território nacional”, informa o médico- veterinário Fernando Dambrós, gerente de produtos da Boehringer Ingelheim Saúde Animal.

Causadora de diversas reações negativas aos sistemas respiratório e reprodutivo dos rebanhos bovinos, especialmente em fêmeas, a BVD é uma virose responsável pelo ataque massivo e consequentes deficiências graves ligadas à reprodução animal, como: repetição de cio, morte embrionária precoce, mumificação fetal, aborto, nascimento de bezerros permanentemente infectados, entre outros.

Além dos fatores mencionados, os pecuaristas precisam estar atentos a outro aspecto de grande relevância: o impacto da Diarreia Viral Bovina (BVD) no período da estação de monta. Realizada na época de águas, entre outubro/novembro e janeiro/fevereiro, a estação de monta requer rigoroso controle sanitário do rebanho e bem-estar dos animais para proporcionar o aumento da produção de bezerros, etapa essencial para o sucesso da atividade pecuária.

“A BVD realmente tira o sono e a produtividade de muitos pecuaristas. Porém, muitas vezes os criadores não sabem que ela é a causadora de diversos problemas relacionados à reprodução. Na estação de monta, por exemplo, a BVD pode ter impacto ainda maior por conta de sua imunossupressão, podendo provocar prejuízos enormes aos projetos pecuários”, analisa Fernando Dambrós.

O especialista da Boehringer Ingelheim destaca, ainda, que a BVD tem se manifestado agressivamente em importantes regiões pecuárias do país. “Precisamos combater essa enfermidade tão prejudicial à produtividade da pecuária brasileira. Recentemente, a Boehringer Ingelheim trouxe ao Brasil uma importante ferramenta para prevenção da BVD: a vacina Bovela. Composta por amostras de vírus vivos e extremamente segura para o rebanho, com apenas uma única dose é capaz de imunizar e proteger os animais por até 12 meses. Precisamos estimular o cuidado com a prevenção nesta fase importante, especialmente para as fêmeas”.

A fertilidade e a boa condição corporal das fêmeas, além do desempenho reprodutivo dos touros, são primordiais no sucesso da estação de monta. “A sanidade animal e a produtividade andam lado a lado e complementam-se na busca incessante da maior rentabilidade dos criadores brasileiros”, explica Dambrós.

“A Boehringer Ingelheim possui uma sólida estrutura técnica para atender e dar o suporte necessário aos pecuaristas brasileiros. Contamos com alto investimento em pesquisa e desenvolvimento, além de testes laboratoriais e equipes especializadas de suporte nas fazendas, tudo com o objetivo de minimizar eventuais prejuízos da BVD à produtividade”, conclui o gerente de produtos da Boehringer Ingelheim.

Boehringer Ingelheim

Melhorar a saúde e a qualidade de vida de pacientes é o objetivo da Boehringer Ingelheim, companhia farmacêutica voltada à pesquisa. O foco da empresa está nas doenças para as quais ainda não há opções de tratamento satisfatórias e no desenvolvimento de terapias inovadoras que trazem maior expectativa de vida aos pacientes.

Em saúde animal, a Boehringer Ingelheim investe em soluções avançadas para prevenção de doenças. Empresa familiar desde sua fundação, em 1885, a Boehringer é uma das 20 maiores companhias farmacêuticas do mundo. Seus 50.000 funcionários criam valor pela inovação diariamente para as três unidades de negócio: saúde humana, saúde animal e biofármacos. Em 2017, a companhia atingiu faturamento líquido de aproximadamente € 18.1 bilhões do total, o investimento em P&D, que ultrapassa os € 3 bilhões, corresponde a 17% desse valor. A Boehringer Ingelheim, por ser uma empresa familiar, planeja por gerações e prioriza o sucesso a longo-prazo em vez de lucro no curto prazo.

A companhia ainda visa o crescimento orgânico de seus recursos com postura aberta a parcerias e alianças estratégicas em pesquisa. Em tudo o que faz, a Boehringer naturalmente é responsável com a humanidade e o meio ambiente.  Mais informações sobre a Boehringer Ingelheim podem ser encontradas emwww.boehringer-ingelheim.com.br ou em nosso relatório anual (em inglês): http://annualreport.boehringer-ingelheim.com.

 

Boehringer Ingelheim Saúde Animal

A Boehringer Ingelheim é a segunda maior companhia de saúde animal do mundo. Somos comprometidos com o bem-estar animal por meio de nosso vasto portfólio de produtos e serviços avançados de saúde preventiva. Com faturamento líquido de € 3.9 bilhões e aproximadamente 10.000 funcionários em todo o mundo, estamos presentes em mais de 150 mercados. Para mais informações, clique aqui.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: