O setor agropecuário é um dos que mais movimentam dinheiro no Brasil, sendo responsável por 22% do PIB, de acordo com a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária no Brasil (CNA).

O avanço tecnológico tem papel fundamental nesse desempenho, como demonstram as sete startups abaixo:

1- Tbit

Desde 2008, produz equipamentos e softwares para a análise de sementes por meio de processamento digital de imagens e Inteligência Artificial. A startup foi incubada pela Unilavras e recebeu aportes da INSEED e da Monsanto. Recentemente, lançou o GroundEye Grains, um sistema de análise técnica instantânea que classifica os grãos 10 vezes mais rápido que o processo manual. A empresa também dedica-se ao mercado de rações com um novo produto, o Feed View.

2 – SmartBreeder

Sua plataforma SmartBio gera mapas que direcionam o manejo do plantio da cana-de-açúcar. A solução foi empregada em 1,6 milhões de hectares de canaviais na safra 2016/2017, aumentando a produção em 5 milhões de toneladas.

3 – AgroTools

Empresa cujas soluções para monitoramento de territórios otimizam processos e aumentam a eficiência de seus clientes e parceiros, incluindo grandes organizações privadas e públicas.

4 – Analub

Empresa mineira focada em descontaminar e tratar lubrificantes industriais sem interromper a produção. O processo é realizado por meio de equipamentos portáteis, e garante o bom desempenho do maquinário envolvido no agronegócio.

5 – Chip Inside

A empresa produz coleiras que monitoram vacas em tempo real, a fim de captar, entre outras, informações sobre a ruminação e o cio desses animais, ajudando produtores e veterinários. A startup foi a primeira investida do fundo Criatec 3, da Inseed.

6 – FIT Instruments

Em parceria com a USP e com a Embrapa, produz soluções que, por meio da Ressonância Magnética Nuclear (RMN), realizam análise de grãos e outros produtos agrícolas.

Veja também  SENAR/MT qualifica profissionais do setor agropecuário

7 – Syntecsys

Produz sistemas de detecção automática de incêndios, identificando focos a quinze quilômetros de distância mesmo em situações de neblina. A Raízen já é cliente da empresa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: