A comercialização de arroz em casca no Rio Grande do Sul segue enfraquecida neste início de março

À espera do avanço da colheita da safra 2017/18, apenas indústrias com interesse em repor estoque estiveram presentes no mercado nos últimos dias, dando preferência ao arroz depositado em seus armazéns e ofertando valores inferiores aos de períodos anteriores.

Outras indústrias, que seguem trabalhando com o arroz já adquirido, se retiraram do mercado spot. De 27 de fevereiro a 6 de março, o Indicador do arroz em casa ESALQ/SENAR-RS, 58% de grãos inteiros, registrou queda de 0,28%, fechando a R$ 35,14/sc de 50 kg na terça-feira, 6. Em todo o mês de fevereiro, o Indicador acumulou retração de 2,15% – depois de recuar 4,1% no primeiro mês de 2018.

Fonte: Cepea

Veja também  Arroz: Com algumas indústrias ativas, cotação segue estável

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: