A nova era da Pecuária no Brasil é caracterizada pela transformação nos modelos de produção em sistemas mais eficientes e sustentáveis.

A Pecuária Sustentável está em pleno desenvolvimento com a mudança de conceitos e a introdução de tecnologias que promovem o aumento da produtividade nas fazendas de pecuária em todas as regiões brasileiras.

Esse modelo é baseado na implantação de boas práticas de produção e boas práticas ambientais.As boas práticas ambientais,em conformidade com as exigências das leis, representam a garantia da sustentabilidade do sistema de produção e contribuem com a mitigação dos impactos negativos nas áreas de pastagens.

As boas práticas de administração e gestão das propriedades de pecuária são fundamentais e incorporam as seguintes vantagens:

Possibilidade de iniciar a atividade de forma legal, de acordo com as legislações vigentes, evitando gerar passivos ambientais. Este objetivo é relacionado à pressão para o cumprimento da legislação, que depende de um processo de fiscalização intensivo.
Define um modelo de produção para garantir os resultados técnicos e econômicos de forma a gerar capital que possa ser reinvestido na manutenção ou recuperação dos recursos naturais.

Estabelece um modelo de gestão que inclua a capacitação de mão de obra, a implantação e execução corretas do modelo de produção, o controle e a sistematização das informações geradas, a análise e avaliação dos resultados obtidos, e as devidas medidas a serem tomadas.
As boas práticas de produção devem ser selecionadas a partir de critérios como:

  • Enquadramento na legislação brasileira, e boas práticas avaliadas como práticas que contribuem para o desenvolvimento de sistemas de produção sustentáveis.
  • Capacidade de recuperação dos estágios de degradação do meio ambiente e práticas que potencializam a conservação dos recursos naturais.
  • Categorização de acordo com o seu custo de implantação e manutenção, além de sua viabilidade econômica ao longo do tempo (curto, médio ou longo prazo).
  • Tecnologias já testadas e comprovadas cientificamente. Além das tecnologias provenientes de pesquisas aplicadas a campo e das que ainda estão em teste.
  • Descartar as enquadradas ou não na legislação que causam impactos negativos no meio ambiente.
Veja também  Estudos revelam ganhos no uso de medicamentos convencionais no controle de parasitas em bovinos

Por Fábio Ramos – SNA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: